Buscar

10 Anos do Instituto Montes Ribeiro tem programação especial

Fundado pelo artista visual Luiz Arthur Montes Ribeiro, instituto é dedicado à preservação e promoção do patrimônio, memória, educação, artes, cultura, gastronomia e literatura do Paraná.|


Um espaço voltado ao resgate, preservação e difusão da história e da cultura paranaense. O Instituto Montes Ribeiro (IMR), situado em Curitiba (PR), celebra em 17 de outubro uma década de atividades voltadas à memória, patrimônio, artes e cultura paranaense. Fundado pelo artista visual, escritor e chef de cuisine Luiz Arthur Montes Ribeiro, natural de Ponta Grossa e radicado em Curitiba, trata-se também de um espaço voltado à educação, com amplo acervo reunido pelo artista ao longo de décadas de pesquisa e catalogação. O Instituto reúne um acervo de mais de 3 mil peças narrando a história do Paraná. 

Tendo como patrono Arthur João de Maria Ribeiro, falecido em outubro de 2011, o Instituto desenvolve projetos nas áreas das Artes Visuais, Literatura, Gastronomia e Educação. Preserva ainda a memória das famílias Montes e Ribeiro, originárias dos Campos Gerais, com residência em Curitiba. A narrativa da história destas famílias, através de objetos, documentos e obras de arte, também se mescla à própria narrativa da história e da cultura paranaenses”, assinala Luiz Arthur Montes Ribeiro. 

PROGRAMAÇÃO 10 ANOS 


O IMR estará aberto para visitação com programação especial no dia 17 de outubro das 10h às 16h, mediante agendamento:contato@institutomontesribeiro.com.br, (41) 99992-7349 e (41) 3598-4890. O visitante poderá conferir a exposição “MONTES E RIBEIRO: objetos de família” na Sala Museu do IMR, a exposição “29 Anos de Artes Visuais – Luiz Arthur Montes Ribeiro”, na Galeria, além de menu comemorativo assinado pelo artista na Cozinha Autoral.  

Também em 17 de outubro será rezada missa comemorativa às 17 horas, celebrando os 10 anos do Instituto Montes Ribeiro e o nascimento do patrono Arthur João de Maria Ribeiro, na Igreja de Santo Estanislau (Rua Emiliano Perneta, 441, Centro, Curitiba). 

SOBRE O INSTITUTO MONTES RIBEIRO 


O IMR tem um acervo geral em torno de 3.100 itens, abrangendo obras de arte (de artistas brasileiros, africanos, estadunidenses, mexicanos e franceses), hemeroteca, poesias, mobiliário, antiguidades, serviço de mesa e prataria, condecorações, vestuário, numismática, documentos, fitas cassete, fitas VHS, CDs, DVDs, filmes em super 8, discos em vinil, fotografias, livros e tapeçaria. Parte do acervo foi exposto em 2016 durante o Salão Brasil realizado no Memorial de Curitiba. 


Fotos: Divulgação

Tendo iniciado suas atividades na cidade de Itapoá (SC), em 2013 criou a “Medalha do Mérito Cultural Dr. Arthur João de Maria Ribeiro”, entregue a personalidades do Distrito Federal, Paraná e Santa Catarina. Em 2015, a sede do IMR foi transferida para Curitiba. É composto por uma Sala Museu, que apresenta a exposição permanente “MONTES E RIBEIRO: objetos de família”. A exposição recebeu recentemente novos itens. Adjunto ao Instituto está o espaço Luiz Arthur Montes Ribeiro Galeria de Arte, dedicada à exposição das obras de Luiz Arthur Montes Ribeiro, além Ateliê de Literatura dedicado a cursos na área e uma Cozinha Autoral. 

As proeminentes famílias Montes e Ribeiro têm sua história mesclada ao desenvolvimento do Paraná. Diversas das personalidades da família nomeiam importantes logradouros na cidade de Ponta Grossa: Praça João Montes, Rua Luiz Montes, Rua Arthur Antunes Ribeiro, Rua Adolfo Antunes Ribeiro, Avenida Dr. Arthur João de Maria Ribeiro. Na cidade de Reserva, na localidade do Vau, o avô de Luiz Arthur Montes Ribeiro nomeia a Escola Rural Municipal Artur Antunes Ribeiro. Sua esposa, Carolina Vaz Ribeiro, foi a primeira professora nomeada para aquela cidade, nas décadas de 1930, 1940, 1950.  

Do outro lado da família, meu avô Luiz Montes foi professor Mestre em Marcenaria da Escola Profissional Ferroviária Coronel Tibúrcio Cavalcanti, em Ponta Grossa, nas décadas de 1940 e 1950). Minha avó Julieta Rosa Montes foi modista nas décadas de 1950, 1960 e 1970”, narra o artista visual. 

Os primeiros ancestrais da família Montes (originários da Espanha) chegaram ao Brasil em 18 de julho de 1890, no Porto de Paranaguá. Os ancestrais da família Ribeiro têm sua origem no século 18 na de Reserva, no Paraná. Juntam-se a estes sobrenomes os “Rosa” (originários de Portugal, chegaram ao Brasil no século 19), e os “Vaz” – “Antunes” (de origem indígena e mestiços), também da região de Reserva. 

SOBRE LUIZ ARTHUR MONTES RIBEIRO 


Inovador, Luiz Arthur Montes Ribeiro adotou o modelo de e-commerce para a comercialização de suas obras e de outros artistas durante a pandemia de Covid-19. Em sua prolífica produção, a expressão poética se alinha à acurada técnica, desenvolvida com os melhores mestres, entre eles Maria Ivone Bergamini, Sidney Mariano, Dallwa Lobo e Edilson Viriato. Filho de um casal proeminente, que muito incentivou a arte e a cultura de Ponta Grossa, Montes Ribeiro sempre contou com o apoio dos pais e da família em sua carreira artística. “A arte e a cultura estão presentes desde muito cedo em minha história”, conta o múltiplo artista, que é também escritor e chef de cuisine. “Atuar como artista foi um caminho natural para mim, em que me comunico com as pessoas e celebro, a cada livro, a cada desenho, a cada tela e escultura, a vida.” 

Serviço 

INSTITUTO MONTES RIBEIRO  

10 ANOS 

Missa comemorativa: 17/10/2020 às 17h 

Igreja de Santo Estanislau (Rua Emiliano Perneta, 441, Centro, Curitiba) 

Exposição e Degustação Cozinha Autoral: 17/10/2020 das 10h às 16h* 

Instituto Montes Ribeiro e Luiz Arthur Montes Ribeiro Galeria 

Avenida Vicente Machado, 160, 4º andar, conjunto 43 – Curitiba (PR) 

(*Sob agendamento) 

23 visualizações