Buscar

“Meriene”, de Giovana Gregório, será atração em Mostra, dia 6 de dezembro


A 4ª edição da Mostra de Dramaturgia Sesi - Teatro Guaíra que começa no próximo dia 1º de dezembro, trará para o palco do Teatro José Maria Santos seis peças que marcam a nova produção de dramaturgos e diretores curitibanos. As apresentações serão diárias, a partir das 20 horas e terão entrada é franca. A Mostra vai até o dia 7, promovendo após cada espetáculo, diálogos com importantes nomes da dramaturgia brasileira - Valmir Santos, Marcio Abreu, Grace Passô, Mauricio Arruda Mendonça, Diego Fortes e Georgette Fadel.

Também entre os dias 02 e 06 de dezembro, será realizada a ação “Um (Certo) Encontro”, organizada pela Uma (certa) Cia. Cênica, para trocar ideias no sentido de aproximar o público da arte.

O Núcleo de Dramaturgia Sesi – Teatro Guaíra forma e capacita dramaturgos, diretores e atores teatrais em todo o Paraná e, neste ano, realizou oficinas de capacitação em Curitiba, Londrina e Maringá. Os grupos tiveram contato com os Orientadores de Encenação: Roberto Alvim, Marcio Abreu, Grace Passô, Diego Fortes e Georgette Fadel, e pelo Orientador de Dramaturgia Mauricio Arruda Mendonça.

No detalhe da foto acima, está a foto/divulgação de “Meriene”, espetáculo de Giovana Gregório, que será apresentado no dia 06, às 20h. No elenco estão Alexandra Delgado, Jéssika Oliveira, Paulo Alexandre. Na Sinopse, o grupo conta que a peça é feita sobre as histórias de Meriene, uma menina que tinha o dom de fazer uma coisa virar outra. O mundo de Meriene é recheado de coisas que se parecem com outras coisas. Meriene não criou este mundo por acaso. Ela transforma em fantasia o peso de uma dura realidade.

PROGRAMAÇÃO

Perpétuo”, de Daniele Cristyne Encenação Darlei Fernandes Elenco: Andreia Porto, Carol Damião e João Graff

Data: 1º de dezembro

Horário: 20h

Sinopse: Um corpo que cai pela inabilidade de estar vivo. De um lado uma mulher em busca de suas memórias, de outro uma garota a procura de sua própria vida. Entre elas a morte como capataz. Está tudo perpetuado! Cada encontro, uma queda. No abismo da vida o que lhes resta é a morte, contínua, eternal, imutável e algo a mais a ser dito.

Diálogo após o espetáculo com: Valmir Santos, Marcio Abreu e Grace Passô

Florescerro”, de Gus Hermsdorff - Núcleo de Dramaturgia Sesi – Teatro Guaíra em Maringá Encenação Lucas Fiorindo Elenco: Lucas Fiorindo e Vinicius Huggy

Data: 02 de dezembro

Horário: 20h

Sinopse: Florescerro é um neologismo, resultado da mistura de duas palavras que não nasceram pra ficar juntas. Como se floresce um erro? Quantos significados podem existir nesse simples jogo de sentidos? Florescerro evoca, d'algum lugar no tempo e no espaço, um encontro face a face da esfera anímica, criativa e autônoma da existência e da esfera institucional, sistêmica e dogmática. Entre elas, acusam-se: um erro que vive.

Diálogo após o espetáculo com Valmir Santos e “Um (Certo) Encontro” com a participação de Léo Moita e Jean Carlos Sanchez

Vende-se uma geladeira azul”, de Rafael Cal - Núcleo Sesi Rio de Janeiro Encenação Pedro Nercessian

Elenco: Pedro Nercessian, Juliana Bebé e Felipe Haiut

Data: 03 de dezembro

Horário: 20h

Sinopse: Os dramas e lembranças da infância vêm à tona quando três irmãos se juntam para dividir a herança deixada pela avó: uma geladeira azul.

Diálogo após o espetáculo com: Valmir Santos

Ave Miss Lonelyhearts”, de Gustavo Marcasse

Encenação Eduardo Ramos

Elenco: Fabiana Ferreira, Luiza Barreto, Larissa Chepelski e Vivian Schmitz

Data: 04 de dezembro

Horário: 20h

Sinopse: Três mulheres são desafiadas a sobreviver em um mundo aonde são cerceadas a todo instante. Elas tentam achar uma saída: ir ao encontro de uma divindade a quem finalmente podem fazer os seus pedidos.

Diálogo após o espetáculo com: Valmir Santos e Mauricio Arruda Mendonça

Para nunca mais”, de Cristiano Nagel

Encenação Diego Davoli

Elenco: Alana Albinati, Natália Zampieri, Patricia Cretti

Data: 05 de dezembro

Horário: 20h

Sinopse: A dor curvou e destruiu o seu corpo, dilacerou seus olhos, e na sua insensibilidade experimentou enxergar através dos outros e encontrou as duas, elas que se perderam juntas na madrugada, no silêncio. Observadas, sentidas, gritando de dor, perto da morte. O que acontece com o que não foi feito?

Diálogo após o espetáculo com: Valmir Santos e Diego Fortes

Meriene”, de Giovana Gregório

Encenação Paulo Alexandre

Elenco: Alexandra Delgado, Jéssika Oliveira, Paulo Alexandre

Data: 06 de dezembro

Horário: 20h

Sinopse: Estas são histórias das vidas de Meriene. Uma menina que tinha o dom de fazer uma coisa virar outra. O mundo de Meriene é recheado de coisas que se parecem com outras coisas. Meriene não criou este mundo por acaso. Ela transforma em fantasia o peso de uma dura realidade. O que restará quando despalarmos as margaridas guardadas em Meriene?

Diálogo após o espetáculo com Valmir Santos e “Um (Certo) Encontro” com a participação de Hique Veiga e Grupo Puto

Aporia Em SI#, de Melanie Peter

Encenação Fany Magalhães

Elenco: Adolfo Tortelli e Fany Magalhães

Data: 07 de dezembro

Horário: 20h

Sinopse: Uma dificuldade insuperável é escavada: uma aporia se desdobra em uma tarefa: apagar o barulho com o branco certo: esse barulho: em si sustenido: anônimos personificados em 1 e 2: restos e rastros daqueles que vieram antes: mas tem muito barulho aqui: demais: será que estamos trancados nessa psicogeografia?

Diálogo após o espetáculo com: Valmir Santos e Georgette Fadel


5 visualizações