Buscar

Peça retrata humor na arte de fazer TV ao vivo


A peça "No Dia Seguinte – a quase-história da televisão brasileira" abre três sessões extras, devido ao sucesso da temporada. Além das apresentações de quinta a sábado às 20h30 e domingo às 19h, haverá apresentação no dia 02/03 (quarta-feira) às 20h30, dia 09/03 (quarta-feira) às 20h30 e dia 12/03 (sábado) às 17h30. Os lugares são limitados e os ingressos podem ser comprados antecipadamente na bilheteria do teatro

O Antropofocus tem um trabalho continuado de pesquisa na linguagem da comédia há mais de 15 anos na cidade de Curitiba. Desde a sua fundação o grupo dedica-se a observar o ser humano e seu comportamento no cotidiano, sabendo que todas as suas ações podem ser consideradas cômicas, dependendo do prisma pelo qual é observado.

Sempre instigados a explorar diferentes formas de comicidade, o grupo se lança um novo desafio: montar um espetáculo de humor livremente baseado no início da televisão brasileira onde a programação era toda feita ao vivo, bem como o desenvolvimento da linguagem televisiva no país. Esse é o ponto de partida do espetáculo NO DIA SEGUINTE – a quase-história da televisão brasileira.

Para falar sobre o papel da televisão e sua linguagem no nosso país, o grupo cria o fictício ambiente do canal de tevê Anhanguá e de sua primeira transmissão. O espetáculo faz referências a TV Tupi, mas também a outros canais, programas e personalidades da televisão brasileira.

Sempre de maneira leve – como é o humor característico do Antropofocus -, o espetáculo satiriza o papel da TV dentro da sociedade e como ela influência nossos costumes até nos dias de hoje.

No elenco estão: Anne Celli, Andrei Moscheto, Edran Mariano, Kauê Persona, Marcelo Rodrigues. E a direção é de Andrei Moscheto.


3 visualizações