Buscar

O Homem Desconfortável continua em cartaz no Guairinha até o dia 17


O Homem Desconfortável, texto que marca a reativação do Teatro de Comédia do Paraná, apresenta um ser infeliz com a vida, com a família, com o trabalho, amigos, sexualidade e política. O ser desconfortável não é uma ficção, é o retrato do homem moderno. A diferença é que o autor, Edson Bueno, transformou este desconforto em comédia.

A temporada segue até 17 de julho, de quinta a sábado, às 20h30, e domingos às 19 horas, no Guairinha. Os ingressos custam R$ 20.

Estão no elenco de O Homem Desconfortável Carolina Meinerz, Christiane Macedo, Eliane Campelli, Kauê Persona, Leo Campos, Marcel Szymanski, Pedro Inoue, Simone Magalhães, Tatiana Blum e William Barbier. Os figurinos são criações de Eduardo Giacomini, cenografia de Guenia Lemos, trilha sonora de Gilson Fukushima e iluminação de Beto Bruel.

Alexandre Reinecke, o diretor, se diz entusiasmado. “Gostei muito de texto, cenário, elenco, trilha e figurino terem sido escolhidos através de audições. É um exemplo que o Brasil deveria seguir. E me sinto honrado por ter sido escolhido para dirigir a peça que retoma o Teatro de Comédia do Paraná”.

Ele conta que de todos os textos inscritos no Edital de Dramaturgia, o Homem Desconfortável foi o que mais chamou atenção. “É um texto moderno, que não cai no lugar comum, como há tempo não é escrito no Brasil. Com humor contemporâneo discute questões sociais, políticas e familiares”.

Reinecke diz que quando leu o texto percebeu que o trabalho seria desafiador, que precisaria de bons atores e dinâmica na direção. “Formamos um elenco unido e disponível, qualidades nem sempre encontradas, principalmente, quando são 10 atores em cena. Um resultado que me satisfaz”, afirma.


0 visualização