Buscar

[escrevedor de histórias] passeia por ruas de Curitiba até 2 de setembro


Curitiba recebe, a partir de 25 de julho, a performance [escrevedor de histórias], uma criação de Marcel Szymanski em parceria com Rafael Camargo. O Escrevedor circulará por diversos pontos da cidade, na busca do encontro e do registro das histórias de moradores, criando um mosaico de experiências. Percebendo comportamentos e diversas relações, ele vai registrar toda forma de cultura que circular a sua volta, através de pequenas histórias.

Com acesso gratuito, a performance passará, até dia 2 de setembro, por vários lugares de Curitiba com grande circulação de pessoas.

[escrevedor de histórias] nasceu a partir da experiência de Marcel Szymanski no projeto “Perca o ponto mas não perca a História” (2015), ação em que a performance era integrada. O ator em parceria com o diretor e dramaturgo Rafael Camargo, em 2016, sentiram a necessidade da continuidade ao personagem e seus desdobramentos, que ocupa espaços urbanos do transporte público e logradouros, provocando emoções das mais variadas.

Na performance, o ator munido de sua máquina de escrever, encontra o público afim de ouvir suas histórias e, datilografando-as, produz registros emocionantes. Outra ferramenta de diálogo com o público, será a utilização de poemas e textos oriundos da Literatura Paranaense, aproximando a comunidade curitibana aos grandes escritores da cidade, de forma que se estimule o hábito da leitura, da escrita e da criação artística.

O projeto, que começou a ser realizado nesta segunda-feira (25 de julho), conta ainda com um diário eletrônico das histórias e vivências, que poderá ser acessado via internet (www.facebook.com/escrevedordehistórias). Ah, e este é também o mesmo endereço para saber o roteiro da performance e se programar para assistir de pertinho!


16 visualizações