Buscar

"A Lição" entra em cartaz no Teatro Zé Maria Santos


A Lição, texto original de Eugène Ionesco, considerado o pai do Teatro do Absurdo, foi escrita em 1951. A peça mistura os gêneros do teatro do absurdo e o drama cômico. Conta a história de um professor bastante conhecido na cidade especializado em aulas particulares sobre qualquer assunto para alunos interessados em capacitar-se para o concurso de doutorado. A trama se inicia com a chegada de uma nova aluna, interessada nos conhecimentos do professor e o que se segue são as diferentes relações de poder entre as personagens, com destaque para a criada, uma figura aparentemente onisciente. Através de diálogos aparentemente absurdos, o problema universal da falha de comunicação e a procura incessante pela informação são expostos de forma cômica, mas também dramática, quando não trágica. Elenco: Helena de Jorge Portela e Altamar Cezar. Direção: Eliane Berger. Direção de Movimento: Kátia Drumond. Iluminação: Érica Mityko . Sonorização: Felipe Rorato. Produção: Jewan Antunes Serviço: A Lição De 9 a 26 de fevereiro, quinta, sexta, sábado e domingo, às 20 horas Teatro Zé Maria Santos, na Rua 13 de Maio. Ingressos: R$ 20,00


3 visualizações