Buscar

Hélio Leites lança Tarja Branca: o libreto que faltava


Aos 66, Hélio Leites é aquele tipo de artista plástico que conquista logo de cara. É uma figura icônica de Curitiba, conhecido como "significador de insignificâncias", assim batizado pelo amigo Paulo Leminski. Há décadas mantém uma barraca na Feira do Largo da Ordem, no centro da cidade, onde mantém um espaço que é mais do que um balcão para expor suas criações em miniatura: trata-se de um pequeno palco de onde é possível ouvir histórias e fábulas a respeito das pequenas peças que produz.

Hélio dedica-se a trabalhar com pequenas criações, muitas feitas com palitos de fósforo, tampinhas de garrafa, embalagens vazias reutilizadas e os clássicos botões, uma marca registrada da sua obra.


Tarja Branca: o libreto que faltava é uma reunião de crônicas escritas nos últimos anos pelo artista e distribuídas para um seleto grupo de amigos via e-mail.

Nos anos 1970 Hélio já se dedicava a distribuir seus escritos e provocações literárias pelos correios para interessados na sua produção, movimento que era então chamado de Mail Art. Mais recentemente, com a facilidade da comunicação digital, o artista ampliou o alcance da sua distribuição, falando com gente de todo o mundo.

A organização dos textos coube ao escritor Luiz Andrioli, autor de O laçador de cães (2013) e O silêncio do vampiro (2014). Andrioli e Hélio se conhecem há mais quinze anos por conta de suas atividades artísticas na capital paranaense.

Andrioli é um dos destinatários habituais dos escritos do autor de Tarja Branca, que convidou o amigo e leitor para organizar e editar seus escritos em uma publicação. O projeto foi viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba e contou com o apoio da Caixa Econômica Federal e Celepar.

Parte dos exemplares impressos serão distribuídos gratuitamente para escolas e instituições de ensino e pesquisa. O livro também conta com versões em áudio (narrada pelo próprio autor) e digital, as quais podem ser baixadas gratuitamente pelo site da editora (www.prosanova.com.br)

Tarja Branca: o libreto que faltava será lançado em 18 de setembro (segunda próxima) de 2017, 18h, na Semana Literária do SESC, em Curitiba, na Praça Santos Andrade.

#HélioLeites #TarjaBranca #LuizAndrioli

12 visualizações