Buscar

Chico Buarque confirma três shows em Curitiba este ano


Afastado dos palcos desde 2012, Chico Buarque, aos 73 anos, está na estrada mais uma vez. A turnê "Caravanas", que começou em dezembro de 2017, terá sua passagem por Curitiba nos dias 2, 3 e 4 de agosto de 2018, no Teatro Guaíra. Porém, desta vez, sua visita à capital paranaense deve ser um tanto polêmica e tumultuada.

Desde a prisão do ex-presidente Lula, os shows mais recentes de Chico vem sendo marcados por protestos. O que não deve ser diferente na capital da "Lava Jato". Segundo descreve em reportagem recente a Revista Veja, as manifestações vão além do "Fora Temer". Apoiador declarado do petista, em um show recente o cantor ganhou uma camiseta vermelha estampada com o rosto de Lula. E enquanto alguns gritavam "Lula Livre", outra parcela do público aproveitou para vaiar a atitude do cantor, que não não se intimidou e disparou: “Todo mundo pode se manifestar aqui. Ao contrário da Globo, um espaço democrático”.

Assista:

Sobre o show

O repertório de "Caravanas" traz um recorte dos períodos mais marcantes da carreira de Chico. Com arranjos e solos de violão de Luiz Claudio Ramos, a banda reúne o pianista João Rebouças, Bia Paes Leme nos teclados e nos vocais, o percussionista Chico Batera, Jorge Helder no contrabaixo, o flautista Marcelo Bernardes, Jurim Moreira na bateria.

O espetáculo foi gravado no último fim de semana, no Tom Brasil, em São Paulo, e será lançado ainda este ano em CD e DVD.

Os ingressos começam a ser vendidos na próxima semana, dia 25 de abril e os preços variam entre R$ 150 (meia-entrada para o 2º balcão) e R$ 490 (entrada inteira para a plateia). A meia entrada da plateia sai por R$ 245 a meia. No 1º Balcão, a entrada custa R$ 420 a inteira e R$ 210 a meia-entrada. No 2º balcão, a entrada custa R$ 300 a inteira e R$ 150 a meia. Os valores tem uma taxa de conveniência de R$ 6.

Confira ao final da matéria o repertório completo do show!

Disco "Construção" será lançado em vinil

Outra notícia que agradou os fãs mais saudosistas essa semana foi o anúncio de que o disco "Construção" será relançado em vinil, com encarte original e áudio remasterizado.

A obra parte de uma canção do cantor lançada em 1971, considerada uma das mais emblemáticas de sua carreira. Foi escrita em um dos períodos mais severos da ditadura militar no Brasil, em meio à censura e à perseguições políticas.

Relembre:

Roteiro do Show Caravanas

1. Minha embaixada chegou (Assis Valente, 1934)

2. Mambembe (Chico Buarque, 1972)

3. Partido alto (Chico Buarque, 1972)

4. Iolanda (Pablo Milanés em versão em português de Chico Buarque, 1984)

5. Casualmente (Jorge Helder e Chico Buarque, 2017)

6. A moça do sonho (Edu Lobo e Chico Buarque, 2001)

7. Retrato em branco e preto (Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque, 1968)

8. Desaforos (Chico Buarque, 2017)

9. Injuriado (Chico Buarque, 1998)

10. Dueto (Chico Buarque, 1979)

11. A volta do malandro (Chico Buarque, 1985)

12. Homenagem ao malandro (Chico Buarque, 1977)

13. Palavra de mulher (Chico Buarque, 1985)

14. As vitrines (Chico Buarque, 1981)

15. Jogo de bola (Chico Buarque, 2017)

16. Massarandupió (Chico Brown e Chico Buarque, 2017)

17. Outros sonhos (Chico Buarque, 2006)

18. Blues pra Bia (Chico Buarque, 2017)

19. A história de Lily Braun (Edu Lobo e Chico Buarque, 1983)

20. A bela e a fera (Edu Lobo e Chico Buarque, 1983)

21. Todo o sentimento (Cristovão Bastos e Chico Buarque, 1987)

22. Tua cantiga (Cristovão Bastos e Chico Buarque, 2017)

23. Sabiá (Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque, 1968)

24. Grande hotel (Wilson das Neves e Chico Buarque, 1997)

25. Gota d'água (Chico Buarque, 1975)

26. As caravanas (Chico Buarque, 2017)

27. Estação derradeira (Chico Buarque, 1987)

28. Minha embaixada chegou (Assis Valente, 1934)

29. Geni e o Zepelim (Chico Buarque, 1978)

30. Futuros amantes (Chico Buarque, 1993)

31. Paratodos (Chico Buarque, 1993)

#ChicoBuarque #DiskIngressos #TeatroGuaíra #LulaLivre #LavaJato #Curitiba #RepúblicadeCuritiba

14 visualizações