Buscar

Espetáculo Obscena, um encontro com Hilda Hilst, será apresentado no Teatro da Caixa Cultural em Cur


Reconhecida como um dos principais nomes da literatura brasileira contemporânea, Hilda Hilst é o foco central da montagem “Obscena, um encontro com Hilda Hilst”, produzido e estrelado por Fabiana Pirro. A vida da escritora é misturada com a da atriz e desagua no texto profundamente humano da dramaturga, encenadora e diretora Luciana Lyra. Sua direção é uma ode ao teatro. Através dele surge o encontro e as possibilidades de libertação se tornam infinitas. O universo masculino é visitado e desejado em cena. As figuras do Pai, do Filho e do Amor são as linhas grossas deste bordado.

FOTOS: GUGA MELGAR

Assista:

No espetáculo, a atriz Fabiana Pirro vive Líria, uma mulher de mais de 40 anos em busca do amor do pai, um belo e inteligente homem que enlouqueceu quando ela ainda era uma garota. Através de recursos cênicos, e com inúmeras referências ao texto de Hilda Hilst, a personagem traz também um alter-ego chamado Estélia, que reclama o empoderamento feminino, professa a liberdade e a polêmica obscenidade Hilstiana.

O projeto teve início em janeiro de 2014 com uma minuciosa pesquisa sobre a poética da escritora Hilda Hilst, quando se fez necessária a imersão da atriz/produtora e da diretora/dramaturga na Casa do Sol, em Campinas, lugar onde Hilda Hilst viveu de 1966 até 2004, quando faleceu. Na sequência, foi realizada a Mostra Hilda Hilst de Prosa e Poesia, em Recife. Por fim, depois de um ano de experiências e amadurecimento artístico, nascia o solo poético “Obscena, um encontro com Hilda Hilst”.

Apresentar “Obscena” ganha ainda mais relevância pela retomada da visibilidade da obra da escritora e dramaturga paulista que, este ano, é a homenageada no Festival Literário Internacional de Paraty. O espetáculo solo tem duração de 50 minutos nos quais a atriz faz três trocas de roupa e contracena com a projeção de um filme feita na Casa do Sol, residência de Hilda Hilst.

O cenário é compacto mas causa um efeito impactante, sugerindo o interior de uma casa e também a área externa onde há um portão e a árvore de desejos. Com uma trilha musical instigante – desenvolvida especialmente pelo artista multimídia Ricardo Brazileiro – e com um design de luz que emociona, a performance de Fabiana Pirro comunica potência cênica nos vários papeis que desempenha na busca pelo amor do pai falecido, onde tenta compreender o sentido de estar no mundo, se não for pelo amor.

Fabiana Pirro

Uma das modelos mais bem-sucedidas de Pernambuco, Fabiana Pirro iniciou sua vivência artística aos 14 anos. Ao longo de 10 anos de muitos trabalhos e viagens, decidiu trocar sua carreira internacional pelos tablados em 1999, estreando como a Salomé da Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém. Desde então, o teatro, a TV e o cinema têm sido os focos de seu desenvolvimento como produtora e atriz.

“Obscena, um encontro com Hilda Hilst” será apresentado na CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280, entre os dias 03 e 05 de agosto (sexta a domingo). Na sessão de sábado, dia 04 de agosto, haverá tradução em Libras e Audiodescrição. Na sexta e no sábado, o horário é às 20h e domingo, às 19h. Os ingressos estarão à venda a partir de 28 de julho (sábado). R$ 10 e R$ 5 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.

Bilheteria: (41) 2118-5111 (De terça a sábado, das 12h às 20h. Domingo, das 14h às 19h.)

Classificação etária: 16 anos

Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

#HildaHilst #ObscenaumencontrocomHildaHilst #FabianaPirro #LucianaLyra #TeatrodaCAIXACulturalCuritiba

10 visualizações