Buscar

Cia.Stavis-Damaceno comemora 15 anos com apresentações em 15 cidades paranaenses


Cia.Stavis-Damaceno

Campo Mourão, Paranavaí, Arapongas, Apucarana, Toledo, Umuarama, Paranaguá, Castro, Irati, União da Vitória, Pato Branco, Francisco Beltrão, Pinhais, Campo Largo e Araucária. Estas quinze cidades estão recebendo este ano a turnê da Cia. Stavis-Damaceno de Teatro, de Curitiba, que comemora 15 anos de atividades, com uma série de apresentações pelo Paraná.

Fundada em 2003 pelo diretor e dramaturgo Marcos Damaceno e pela atriz Rosana Stavis (frequentemente apontada pelos críticos como uma das maiores atrizes do país), a companhia acumula em seu repertório espetáculos com alta relevância no cenário teatral brasileiro. Neste ano, Marcos Damaceno recebeu o Prêmio Shell pela dramaturgia de Homem Ao Vento, trabalho mais recente da companhia. Neste ano ainda, realizou com grande êxito a Mostra Stavis-Damaceno no Festival de Teatro de Curitiba, como parte das comemorações.

Além das apresentações, oficinas de teatro e de formação de plateia, debates e apresentações didáticas serão oferecidas gratuitamente à população. Um projeto aprovado no Programa Estadual de fomento e Incentivo à Cultura/ PROFiCE da Secretaria de Estado da Cultura/ Governo do Estado do Paraná com apoio da COPEL.

SOBRE "ÁRVORES ABATIDAS OU PARA LUIS MELO"

Árvores Abatidas ou Para Luis Melo traz à cena uma mulher que, convidada a um “jantar artístico”, em homenagem ao famoso ator do Teatro Nacional e que faz até telenovelas, percebe que está, na verdade, em uma reunião de talentos medíocres. Arrependida de ter aceitado o convite e enquanto espera o famoso ator, que nunca chega, ela reflete sobre sua vida e o meio que a cerca, sob a lembrança de uma grande amiga de todos enterrada naquele mesmo dia.

O espetáculo, da Marcos Damaceno Companhia de Teatro, de Curitiba, desde sua estréia em 2008, apresentou-se em mais de 100 cidades de todas as regiões do país, tendo sido indicado aos principais prêmios do teatro brasileiro, incluindo o Shell, o da Associação Paulista de Críticos de Arte e o Aplauso Brasil.

O texto, assinado por Marcos Damaceno, foi escrito especialmente para Rosana Stavis, uma das principais atrizes do teatro brasileiro, comemorar seus 20 anos de teatro. O enredo é descrito pelo autor como uma ode de amor ao teatro, em que reflete as delícias e as desgraças da vida artística.

Algumas das características marcantes da peça são a caricatura e o exagero como linguagem, o tom poético com repetições e variações, uma pitada de grotesco e o cuidado minucioso com a musicalidade e ritmo das frases, além das ideias implacáveis contra as misérias da sociedade e do ser humano. Trata-se de uma narrativa densa e sôfrega, por vezes angustiante, frequentemente hilariante.

A narradora atua em um estado próximo ao devaneio, onde seus pensamentos, lembranças e imaginação fluem líricos em certos momentos, macabros e pesarosos em outros, tornam-se pouco imaginativos e medianos em certos trechos, para logo em seguida flertarem com a filosofia e o sublime, tornando-se expansivos, contraditórios e com confusões e associações próprias da consciência humana.

Próximas cidades:

PALMAS

Centro de Cultura Dom Agostinho José Sartori (Av. Clevelândia, 521)

28, 29 e 30 de agosto, às 20h

ENTRADA FRANCA

IRATI

UNICENTRO – Auditório Denise Stocklos (BR 153, KM 7 – Prédio Principal – 1oPiso)

02 de setembro, às 20h

03 de setembro, às 16h e 20h

ENTRADA FRANCA

SARANDI

Centro Cultural Irmã Antona (Praça Ipiranga)

06 de setembro às 20h

07 de setembro às 16h e 20h

ENTRADA FRANCA

FRANCISCO BELTRAO

Teatro Municipal Eunice Sartori (R. Octaviano Teixeira dos Santos, 1121)

11 de setembro às 20h

12 de setembro às 16 e às 20h

ENTRADA FRANCA

PATO BRANCO

Centro Cultural SESI (R. Xingu, 833 – Amadori)

13 de setembro às 16 e às 19h

14 de setembro às 18h

ENTRADA FRANCA

#CiaStavisDamaceno #StavisDamaceno #RosanaStavis #MarcosDamaceno #PrêmioShell #TroféuGralhaAzul #SarahKane

9 visualizações