Buscar

"Fronteira sem Limites" apresenta arte contemporânea paranaense na Sala Adalice Araújo


A Sala Adalice Araújo, espaço expositivo no hall da Superintendência da Cultura (Rua Ébano Pereira, 240), administrado pelo Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC-PR) e pela Coordenação do Sistema Estadual de Museus (COSEM), recebe a partir da segunda-feira (23) a exposição "Fronteira sem Limites". A mostra faz parte da programação da 14ª Bienal de Curitiba e reúne o trabalho de oito artistas paranaenses, com curadoria de Brugnera. A abertura será às 17 horas e a entrada é franca.

Estarão em cartaz obras dos artistas: A. C Machado (de Cascavel; além de artista é curador do Museu de Arte de Cascavel), NRabelo (também de Cascavel, a multiartista trabalha desde os processos tradicionais da pintura até a instalação), Fabio Bustani Carrijo (Foz do Iguaçu - o pintor e desenhista também é arquiteto, graduado pela FAU Santos), Paulo Gamma (artista gráfico, ilustrador e tatuador brasiliense radicado em Curitiba há mais de 26 anos), João Paulo de Carvalho (artista visual, pintor e professor curitibano), Lucie Schreiner (de Foz do Iguaçu, seu trabalho se centra na xilogravura), Lavalle (artista plástico e professor curitibano, já expôs em museus como Nacional de Brasília) e Rogério Ghomes (de Londrina, é doutor em Tecnologias de Inteligência e Design. Tem obras em coleções de instituições como o Museu de Arte Moderna do Rio e Pinacoteca de São Paulo).

Pinturas, xilogravuras, objetos, instalações e também um site specific (obra que liga-se à ideia de arte-ambiente, e foi realizada pelo artista Rogério Ghomes especificamente para a Sala Adalice Araújo) são algumas das técnicas artísticas que fazem parte da coleção reunida pelo curador, e que vão ocupar o primeiro e segundo andar do prédio histórico de 1903, que abrigou até 1953 o Gymnasio Paranaense (hoje Colégio Estadual do Paraná).

A proposta de Brugnera vem de encontro com o projeto da Sala Adalice Araújo. Inaugurada em março deste ano para homenagear a crítica de arte, professora, pesquisadora, historiadora e poeta, o espaço é dedicado exclusivamente para artistas paranaenses ou que vivem e produzem no estado.

A mostra fica em cartaz até 1º de março de 2020. As visitações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h.

#SalaAdaliceAraújo #SuperintendênciadaCultura #MuseudeArteContemporâneadoParaná #CoordenaçãodoSistemaEstadualdeMuseus #14ªBienaldeCuritiba #LuizBrugnera

31 visualizações

Posts recentes

Ver tudo