Buscar

Arqueologia e Serenata Noturna se encontram nos canais do Ônibus da Cultura

Realizado pelo Solar do Rosário, projeto traz conteúdos digitais para divulgar arte e cultura. |

Dos primeiros humanos que habitaram a região de Curitiba até a “Serenata Noturna”, grande clássico de Mozart. Este é o percurso percorrido pelos novos conteúdos digitais que o projeto Ônibus da Cultura lança nas redes sociais.


Dentro da série Ônibus Palco na Quarentena, a orquestra Ladies Ensemble, formada exclusivamente por mulheres, apresenta a música “Romanze”, que integra a “Pequena Serenata Noturna”, de Mozart. A arqueologia da capital do Paraná, por sua vez, é o tema do “Ônibus Museu na Quarentena”, resgatando detalhes da vida humana por aqui milhares de anos atrás. Os conteúdos estão disponíveis no Instagram e Facebook (@onibusdacultura) e no YouTube (@solardorosario).

Criado e mantido pelo Solar do Rosário, com suporte da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto Ônibus da Cultura transformou dois antigos veículos do transporte coletivo em unidades móveis. Há dois anos eles começaram a percorrer todos os bairros da cidade.  Com a pandemia, a circulação foi temporariamente suspensa e conteúdos começaram a ser divulgados pela internet. O projeto tem patrocínio da Blount, Fertipar, Impextraco e Trutzschler, e apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e Serra Verde Express.

Este novo vídeo da orquestra Ladies Ensemble é o terceiro gravado especialmente para a série Ônibus Palco na Quarentena. Foi também o mais desafiador até agora, como contam as integrantes. “Ao mesmo tempo que é um tema muito lindo, exige muita técnica. Ainda mais com cada uma tocando à distância”, conta Fabíola Akel, violinista e fundadora da Ladies Ensemble.

Música é muito olho no olho, mas a proposta tem nos instigado e o resultado ficou bem interessante”.

Na introdução do vídeo, a professora Clarice Miranda explica detalhes da composição, que data de 1787. “As serenatas, na época, eram músicas compostos sob encomenda para serem executadas como pano de fundo de festas e eventos sociais da nobreza, normalmente ao ar livre”, conta. “Mozart compôs 13 serenatas e esta retrata um período muito criativo do compositor”. “Romanze” é o segundo movimento da composição.

Os primeiros habitantes de Curitiba

O novo conteúdo digital do Ônibus Museu volta ainda mais no tempo. O vídeo retrata uma das estações que integram o seu acervo, a da arqueologia de Curitiba. Utensílios como cerâmicas, ferramentas e armas feitas em pedra ajudam a contar como viviam os primeiros moradores da cidade, desde 15 mil anos atrás. Muito antes da fundação da cidade, em 1693, grupos de paleoindios, ancestrais dos indígenas, já habitavam estas terras. 

Conteúdo gratuito em vídeo, acessível nos canais:

Instagram: https://www.instagram.com/tv/CAxxh_iHX-q/?igshid=1da8arnn8euv3

Facebook: https://www.facebook.com/onibusdacultura

Youtube: https://youtu.be/TeGTr7axl_s

9 visualizações