top of page
Buscar

Daniel Migliavacca convida o guitarrista Mário Conde para dois concertos no Teatro Barracão EnCena

As apresentações estão marcadas para os dias 23 e 24 de novembro, às 20h, com ingressos a R$10 e R$5.

Daniel Migliavacca | Foto: Gus Benke

Nos dias 23 e 24 de novembro (quarta e quinta-feira), às 20h, o palco do Teatro Barracão EnCena recebe, pela quinta vez, a Série inédita “DUOS”, quando o bandolinista Daniel Migliavacca recebe o guitarrista Mário Conde para um concerto inusitado. Os ingressos, com preços populares a R$10 (inteira) e R$5 (meia-entrada), podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro a partir das 19h nos dias de apresentação.


Neste projeto, Daniel busca explorar a sonoridade do bandolim experimentando combinações pouco usuais com outros instrumentos, a exemplo da percussão, do violino, do baixo elétrico e da voz, que protagonizaram os primeiros concertos. Desta vez, a ideia é combinar o bandolim com a guitarra do paranaense Mário Conde que, além de multi-instrumentista, é compositor, arranjador e produtor cultural. E além do bandolim e da guitarra, os músicos pretendem levar ao palco outros instrumentos de corda como o violão tenor e a guitarra baiana.


A série vai até dezembro, sempre no Teatro Barracão EnCena, localizado na região central de Curitiba. No total, serão 12 shows, com dois concertos seguidos por mês. O próximo convidado é o clarinetista Sérgio Albach (14 e 15 de dezembro), que fecha a série com chave de ouro.


O bandolinista comenta sobre o concerto. “Tocar com o Mário Conde, que eu admiro muito como instrumentista e improvisador, é uma grande alegria e um grande desafio. Escolhemos um repertório bastante eclético, passando pelo choro, jazz, bossa nova, e com certeza será um concerto de muito diálogo e improvisação”, diz Daniel.


O projeto, que conta com o incentivo do CEDIP, da Bosch e da Celepar, através da Lei de Incentivo à Cultura da cidade de Curitiba, também prevê a realização de seis concertos didáticos em regiões descentralizadas, com o objetivo de ampliar o alcance do projeto e fomentar a formação de plateia nos bairros.


Sobre Daniel Migliavacca

O bandolinista Daniel Migliavacca é um dos jovens representantes do Choro e do bandolim no Brasil. Tem se destacado em diversos projetos como instrumentista, compositor, arranjador e diretor musical. Já conquistou prêmios pelo Brasil como instrumentista e compositor e possui 7 CDs lançados. É bacharel em Música Popular pela UNESPAR (2011) e mestre em Música pela UFRJ (2019) tendo lançado uma série de Dez Estudos para Bandolim Solo contribuindo para o desenvolvimento técnico do instrumento no Brasil.

Recentemente, lançou o álbum “Pra ser Feliz” com seu quarteto em parceria com a cantora Rogéria Holtz, e prepara, ainda para 2022, o lançamento do álbum “A Bossa Eterna de Raul de Souza” dedicado ao trombonista Raul de Souza, também com seu quarteto, e tendo como convidado o flautista e saxofonista Eduardo Neves.


SERVIÇO DUOS 23 e 24 de Novembro, às 20h - Daniel Migliavacca convida Mário Conde (guitarra/PR)

14 e 15 de Dezembro, às 20h - Daniel Migliavacca convida Sérgio Albach (clarone e clarinete/PR)

Local: Teatro Barracão Encena (R. Treze de Maio, 160 - Centro, Curitiba - PR, 80020-270)

Ingressos: R$10 (inteira) / R$5 (meia entrada) Vendas no local, uma hora antes das apresentações


FICHA TÉCNICA Direção musical: Daniel Migliavacca Músicos: Daniel Migliavacca, Caíto Marcondes, Gabriel Vieira, Glauco Solter, Izabel Padovani, Mario Conde e Sérgio Albach Direção de produção e Gestão de projeto: Gilmar Kaminski Produção executiva: Luana Camargo Assistência de produção: Záire Osório Técnico de som: Chico Santarosa Iluminação: Victor Sabbag Projeto gráfico: Pablito Kucarz Redes sociais e Assessoria de imprensa: Platea Comunicação e Arte Registro fotográfico: Ricardo Soca e Gus Benke Registro audiovisual: Renato Próspero Captação de recursos: Meire Abe

Produção: Flutua Produções Incentivo: CEDIP, Bosch e Celepar

Projeto realizado com recursos do Programa de Apoio de Incentivo à Cultura - Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.


Informações: Thays Cristine

8 visualizações
bottom of page