Buscar

Eduardo Costa grava DVD em Curitiba com repertório eclético. Veja como foi!


“Sempre sonhei em gravar um DVD aqui”, revelou, emocionado, o cantor e compositor, durante a gravação no Teatro Positivo nesta quinta-feira, 23 de janeiro, em Curitiba. Com ingressos esgotados há mais de uma semana, o público lotou o espaço produzido pela Massa Fun e Talismã, que estava todo equipado para o registro deste que será o 5º DVD da carreira de Eduardo Costa.


O show marcado para às 21h30 foi quase pontual e teve aproximadamente quatro horas de duração, afinal por não se tratar de uma apresentação “normal”, precisou repetir algumas músicas para que os registros de áudio e vídeo ficassem 100%. Os fãs não se incomodaram, tampouco com a presença das inúmeras câmeras, gruas e até de um drone sobrevoando o local. Todos curtiram cada momento com muito entusiasmo, palmas, gritos e se divertiram com as histórias bem humoradas contadas pelo artista nos intervalos.


Logo no início, ele senta num banquinho para afinar alguns instrumentos de corda e fuma um cigarro. Cabelo amarrado, sapato com um pequeno salto, camisa entreaberta no peito em estilo de um galã meio cigano, e um sorriso aberto no rosto do começo ao fim, de alguém que parecia estar orgulhoso e realizando um sonho. A mulherada foi a loucura e não deixou barato em gritos extasiados!


Eduardo completou 40 anos em dezembro de 2019 e, no palco, agradeceu o público que o acompanha sempre por onde vai. Ele também destacou, em determinado momento, um dos grandes motivos de sua alegria; a presença da empresária mineira Lílian Araújo, ex-namorada do cantor, mãe de sua filha Duda Costa. As duas estavam assistindo na primeira fila. Ao longo do show, Eduardo não se cansou de repetir o quanto ama Curitiba e o Paraná.

“Poucas vezes eu cantei num lugar tão especial como este, com pessoas tão bonitas e com uma energia tão maravilhosa”, agradeceu.


Repertório Eclético


O DVD tem repertório eclético e abre com a releitura de “Coração Pirata”, sucesso consagrado pelo grupo Roupa Nova nos anos 90. A música passou a fazer parte de seu setlist no ano passado, quando lançou um videoclilpe no dia dos namorados, gravado ao lado da modelo Antonia Fontenelle. (foto divulgação).

Em seguida vieram outros hits como "Será que foi Saudade, eternizada na voz de Zezé Di Camargo e Luciano, "Eu tive um Sonho" do Kid Abelha, até "Caçador de Corações", gravada pela dupla Gian e Giovani. Ao todo foram 22 faixas e três inéditas.


No ano passado, Eduardo Costa rodou o Brasil com o projeto Cabaré ao lado de Leonardo, sendo um dos sucessos mais tocados nas rádios de todo o país. O cantor falou sobre essa amizade com o cantor, revelou estar solteiro a procura de uma namorada, e não hesitou em tomar uma “cachacinha” no palco, para brindar com o público, entre uma música e outra.


Participações Especiais


De origem cigana, a dupla Edy Britto e Samuel fez a primeira participação especial da noite, com a música “Mil Vezes Cantarei”. Depois foi a vez de Edson &. Hudson que trouxe a canção “Pode ser pra valer”, famosa nas vozes de Chitãozinho e Xororó. Ao final, a dupla cantou algumas palinhas à capela, que fizeram o público vibrar com o “bônus”, que não estava previsto para entrar no DVD.

Eduardo Costa não poupou elogios aos convidados. Enalteceu o trabalho das duplas e destacou, em especial, o talento de Edson, que além de cantar “é um dos melhores guitarristas do mundo. Sou fã desse cara”, revelou.


VÍDEO EXCLUSIVO - Assista como foi:


1,699 visualizações