Buscar

Festival de Curitiba será gratuito e no final de setembro

Comunicado enviado à imprensa esta semana apresenta nova programação. |

Em 12 de março deste ano, com o anúncio do adiamento do Festival, a produção havia pensado em apenas replicar a mesma programação, que já havia sido anunciada, para o mês de setembro. Porém, com o passar das semanas, mudanças no contexto e nas circunstâncias precisaram ser consideradas. Desta forma, pela primeira vez em 28 anos de sua história, o Festival de Curitiba terá também uma alteração de formato.

Excepcionalmente, a edição de 2020 será em 12 espaços abertos, com apresentações gratuitas, espalhadas por toda cidade. Serão contratados profissionais e atrações somente de Curitiba, com a intenção de incentivar e apoiar financeiramente a atividade profissional local. O período escolhido será entre 17 e 27 de setembro, observando as recomendações das autoridades competentes e o embasamento técnico/científico que podem, ainda, orientar a possibilidade de uma nova data.

O show do EMICIDA está programado para a abertura do Festival e será a única atração não curitibana entre 120 no total.

Para quem já havia comprado os ingressos, o Festival oferece três possibilidades diferentes:

1 – Destinar total ou parcialmente o valor investido na aquisição dos bilhetes para a remuneração dos artistas e profissionais que trabalharão nessa edição especial do Festival. A integralidade do valor doado por você será alocada para o pagamento de cachês;

2 – Manter o valor investido para adquirir os ingressos da edição 2020 para a edição 2021 do Festival de Curitiba. O nosso compromisso é de não alterar o valor unitário de ingressos para a próxima edição. Portanto, o crédito financeiro poderá ser trocado em 2021 pela mesma quantidade de ingressos comprados para a edição que estava prevista para acontecer em março/abril de 2020. Quando anunciarmos a programação da edição de 2021, caso você não encontre um espetáculo a que queira assistir, os valores podem ser ressarcidos em dinheiro até a data de início da edição 2021 (a ser definida).

3 – Ser restituído integralmente do valor aportado na compra de ingressos. Nesse caso, a previsão de restituição é de até 31/12/2021, conforme prevê a legislação emergencial que versa sobre o tema, a Medida Provisória 948.

"Essa pandemia que atingiu a todos exige que tomemos decisões firmes. Após bastante refletir estamos seguros de que alternativa escolhida é a correta. Queremos realizar uma edição em que vamos celebrar com o público e com a cidade a retomada, o encontro e a alegria.  Pretendemos também ser uma rede de amparo, apoio e estímulo para os artistas da cidade. Sempre com responsabilidade e prezando a segurança de todos os envolvidos", diz a nota assinada pelos diretores do Festival, Leandro Knopfholz e Fabiula Passini.

Ao final da nota, a organização do Festival agradece aos patrocinadores: Copel e Sanepar - Paraná Governo do Estado, Ebanx, Electrolux, Grasp, Junto Seguros, Vivo, Uninter. APP de viagem oficial: Booking.com | Parceira: Da Magrinha.


0 visualização