Buscar

George Arrunáteghi lança prelúdio do amor com música “Renascer”

Nascido em Trujillo, Peru, o cantor fez carreira no Brasil e no exterior. |


Renascer” é o primeiro single do compositor e intérprete George Arrunáteghi desde sua gravação especial de “Ave Maria”, em reverência ao Natal. É também sua primeira criação no âmbito da música popular brasileira - em seus dois álbuns, “Let’s Fall in Love” e “Tropical Romance”, o cantor já havia revelado seu talento como autor de baladas românticas em inglês, além de sua familiaridade com as linguagens inglesa, francesa, italiana, espanhola e portuguesa.


“Renascer” é uma canção romântica sobre o prelúdio amoroso: suas expectativas e incertezas, suas necessidades e desejos. E também sobre a possibilidade de renovação e rejuvenescimento que só o amor é capaz de provocar.

“Quero emocionar as pessoas através do meu estilo, que é romântico e, ao mesmo tempo, dramático. Quero sensibilizar e despertar no ouvinte a alegria de viver em amor. Sucesso é colocar um doce sorriso ou uma lágrima no rosto de quem ouve a minha música”, declara.

George conta que o interesse pelo canto surgiu na infância e aflorou na adolescência. Sua estreia como intérprete aconteceu em 1989, em Istambul, Turquia. Quando voltou ao Brasil, atuou nos corais Julia Pardini e Madrigale, ainda em Belo Horizonte. Simultaneamente, seguiu com seus estudos de piano, sob a atenção do professor João Paulo Suzano.


Em 2002, George mudou-se para Los Angeles, EUA, onde aprofundou informalmente seus conhecimentos sobre jazz, interpretação dramática, espetáculos musicais e cinema, tendo, inclusive, atuado em alguns filmes. Na esfera musical, George estudou a trajetória do jazz – Louis Armstrong, as orquestras de Benny Goodman e Glenn Miller, Frank Sinatra, Carmen McRae, entre outros -, até a atual tendência do ‘crossover’ (a junção de dois ou mais gêneros musicais). Na seara pop, George acompanhou o trabalho dos Bee Gees, Gloria e Emilio Estefan e a banda britânica Supertramp.


De volta ao Brasil, em 2009, passou a estudar canto profissionalmente na Babaya Casa de Canto, dando continuidade ao aprimoramento de sua técnica vocal, época em que retomou também os estudos de piano, desta vez com ênfase no repertório popular, sendo aluno do professor Felipe Moreira.


Durante esta temporada de estudos, George ampliou sua carreira profissional, apresentando-se regularmente ao lado de expoentes da música mineira, como Caxi Rajão e Ozéas Hipólito (que participam do CD “Let’s Fall in Love”), Marcelo Drumond, Cecilia Barreto e Nova Dixie Band, entre outros.


A necessidade de experimentar novas trilhas levou George Arrunáteghi de volta a Los Angeles, onde, em 2014, atuou junto ao Metropolitan Master Chorale, sob a regência do maestro Glenn Carlos. Ainda na cidade californiana, conheceu Pat Whiteman, respeitada professora de técnica vocal e dramática, com quem segue trabalhando até hoje.


Serviço

LINK PRE SAVE - https://backl.ink/145713253

Disponível nas plataformas digitais, no dia 06 de abril


Ficha técnica:

Letra e Música: George Arrunáteghi

Harmonia: George Arrunáteghi e Roberto Avelar

Arranjo, produção e piano: Christiano Caldas.

Contrabaixo: Bruno Velozo.

Violão: Renato Saldanha.

Bateria: Felipe Continentino.

Cordas: Saint Petersburg Studio Orchestra.

Gravado, mixado e masterizado no Studio 71 (Belo Horizonte/MG) por Christiano Caldas.

SOCIAL MEDIA LINKS

Website | http://www.georgearrunateghi.com.br

Facebook | https://www.facebook.com/Arrunateghi/

Instagram | https://www.instagram.com/george_arrunateghi/

YouTube https://www.youtube.com/channel/UCr1r3HZzPpO4xHibWlgQZew

Spotify https://open.spotify.com/artist/0P8n9m0G7CdyPLDtoT0x9b

Informações: Luciana Braga



9 visualizações