Buscar

Gravações de Papai é Pop começam neste mês de janeiro

Filme para toda a família distribuído e coproduzido pela Galeria Distribuidora será lançado no segundo semestre.|

Lázaro Ramos (crédito: Victor Pollak/Globo)

Começam na próxima segunda-feira, 11 de janeiro, as gravações de "Papai é Pop", coprodução da Galeria Distribuidora com a Prodigo Films e o Grupo Telefilms. O filme, livremente inspirado no livro homônimo de Marcos Piangers, é estrelado por Lázaro Ramos, Paolla Oliveira, Elisa Lucinda, Leandro Ramos e Dadá Coelho.


A comédia acompanha a transformação do protagonista vivido por Lázaro Ramos encarando desafios até ressignificar a paternidade.

“O que torna esse filme singular é o cuidado que construímos o roteiro. Foi um trabalho longo para chegarmos ao resultado leve e ao mesmo tempo crítico sobre o olhar da sociedade para a paternidade. Desde a primeira leitura, o elenco e a equipe se entregaram ao projeto com muita delicadeza e amor. PAPAI É POP foi criado para divertir e emocionar”, explica Gabriel Gurman, CEO da Galeria Distribuidora e codiretor geral da Diamond Films Brasil.

Paolla Oliveira (Foto: Infoglobo)

O filme conta a história de Tom (Lázaro Ramos), que vê sua vida mudar ao se tornar pai. Ao lado da esposa Elisa (Paolla Oliveira), ele precisa aprender na prática como cuidar da filha, Laura (Malu Aloise), e em meio a situações divertidas e emocionantes da vida cotidiana, apresenta uma transformação interior que conflita com a forma como a sociedade enxerga um pai presente.


Marcos Piangers, autor do livro que inspirou a ideia original do longa-metragem, comenta as suas expectativas:


“Tudo se encaminha pra ser um daqueles filmes em que os atores brilham, misturando humor e sentimentos profundos, mais ou menos como é a vida real de todo pai e mãe, marido e esposa. Essa montanha-russa emocional que é aprender a cuidar dos filhos e, com isso, descobrir que alguém nos cuidou. O filme vai ser lindo e engraçado e saber que as gravações começam logo dá também uma esperança (mais uma!) de que 2021 será um ano bom, um arco-íris depois da tormenta”.

Produzido por Beto Gauss e Francesco Civita, com roteiro de Ricardo Hofstetter, "Papai é Pop" é dirigido por Caito Ortiz. A produção é da Prodigo Films, em coprodução com a Galeria Distribuidora e o Grupo Telefilms. A distribuição será da Galeria Distribuidora.


Sobre a Galeria Distribuidora

A Galeria Distribuidora é uma companhia brasileira que distribui longas-metragens nacionais. A inovação e o dinamismo são as diretrizes para o trabalho da Galeria, que participa de forma colaborativa desde a concepção dos projetos com as maiores produtoras do Brasil. Focada em títulos comerciais e com grande apelo junto ao público, a empresa apresenta em seu portfólio filmes como Ana e Vitória, Cinderela Pop e Os Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro. A Galeria Distribuidora é responsável por um case inédito no mercado cinematográfico local: lançar simultaneamente A MENINA QUE MATOU OS PAIS e O MENINO QUE MATOU MEUS PAIS, dois longas com pontos de vista diferentes sobre a mesma história.

Sobre a Prodigo Films

PRODIGO Films é uma conceituada produtora brasileira conhecida por "COISA MAIS LINDA", série ficcional desenvolvida para a Netflix; (FDP) premiada série de ficção, em desenvolvimento da 2 temporada, para a HBO; e atualmente trabalha no lançamento de "CIDADE INVISÍVEL", série de realismo fantástico criada pelo diretor brasileiro Carlos Saldanha para a Netflix, que estreia em fevereiro de 2021.


Produziu os longas-metragens “O ROUBO DA TAÇA”, vencedor do prêmio de Audiência no SXSW 2016, e “A HORA E A VEZ DE AUGUSTO MATRAGA”, que levou 5 prêmios no Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro. Em 2018, produziu e lançou "SUEÑO FLORIANÓPOLIS", vencedor de 4 prêmios no Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary. No EUA, a Prodigo é representada pela agência CAA.

Informações/Colaboração: Amanda Ventura

18 visualizações