top of page
Buscar

Livro que conta a história de Curitiba a partir do acervo da Família Hauer será lançado dia 31

A obra, editada pela Factum, traz também outras fontes históricas e narrativas em torno de edifícios icônicos da cidade.

Família de Francisco Hauer e Maria Stephan Hauer, da Ferragens Hauer | Acervo Família Hauer

No próximo dia 31 de outubro, das 17h30 às 20h, será lançado o Catálogo Seletivo de Documentos para a História Urbana de Curitiba: Família Hauer. A obra tem como objetivo compartilhar documentos públicos e privados relacionados à história da cidade de Curitiba, a partir de um acervo familiar - neste caso, da família Hauer, que participou ativamente do crescimento e desenvolvimento da cidade.

“Em cada rua de Curitiba há uma história, ou muitas. Em cada pedra assentada, há o suor de um trabalho, o resultado da luta por um sonho, o projeto de uma vida realizado. Nada do que vemos ao redor nasceu pronto, tudo frutificou daqueles que primeiro acreditaram na construção desta cidade em que hoje vivemos com conforto. Suas marcas, ações e contribuições estão espalhadas por todos os cantos”, diz José Augusto Leal Hauer no prefácio do livro.

Publicado pela editora Factum, a partir do trabalho da historiadora Tatiana Marchette, o catálogo é uma contribuição valiosa para a preservação da memória urbana de Curitiba. Ele inclui a descrição e reprodução de acervo inédito que pertence à Família Hauer, bem como outros documentos mantidos por entidades que custodiam acervos históricos.

Dentre os documentos destacados estão informações sobre as edificações icônicas da arquitetura eclética que testemunharam as atividades da Família Hauer

Dentre os documentos destacados, estão informações sobre as edificações icônicas da arquitetura eclética que testemunharam as atividades da família Hauer, incluindo o Castelo José Hauer (atual campus da Uninter), o Palacete Hauer (na Praça Tiradentes), a antiga sede da Ferragens Hauer (atual Defensoria Pública do Estado) e a Casa Rene Hauer (atual bar Jokers).

O projeto cultural foi realizado por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba, com incentivo do Consórcio Servopa e do Instituto de Oftalmologia de Curitiba.

Sobre a autora

Tatiana Dantas Marchette é uma historiadora que tem se destacado em sua carreira por dedicar-se à pesquisa do patrimônio cultural e seu compromisso com a pesquisa histórica. Em 1996, recém-formada em História pela UFPR, buscou ingressar no mundo profissional através da pesquisa e deixar uma marca duradoura na preservação da história cultural, social e empresarial de Curitiba e do Brasil, para isso criou a Factum.

Com mestrado e doutorado em História pela UFPR, ela é a fundadora e sócia-gerente da Factum Pesquisa Histórica, uma empresa que desempenha papel vital na preservação da história de Curitiba e do Brasil.

José Hauer pais e irmã (1866), Alemanha

Tatiana atuou como chefe da Divisão de Documentação Permanente do Arquivo Público do Estado do Paraná entre 2003 e 2009. Durante esse período, contribuiu significativamente para a instituição, tendo recebido o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, concedido pelo MINC-IPHAN, na Categoria Pesquisa e Inventário de Acervos.

Lançamento e sessão de autógrafos

O evento de lançamento do Catálogo Seletivo de Documentos para a História Urbana de Curitiba: Família Hauer contará com sessão de autógrafos da historiadora Tatiana Marchette e Carlos Hauer Amazonas de Almeida, fornecedor da maior parte do acervo particular descrito no livro.

O lançamento será no próximo dia 31 de outubro, terça-feira, na Defensoria Pública do Estado do Paraná, prédio da antiga Ferragens Hauer, a partir das 17h30.

A entrada é gratuita e o catálogo estará disponível para distribuição no local, também gratuitamente, assim como em bibliotecas e arquivos de entidades públicas e particulares.


Informações: Agência Souk

11 visualizações

Comments


bottom of page