top of page
Buscar

O Grande Circo Místico comemora 40 anos com apresentação no Teatro Paiol

Show com letra e música de Chico Buarque e Edu Lobo celebra a obra criada para o Balé Teatro Guaíra, que estreou em 1983.

Grande Circo Místico (Teatro Paiol)

No dia 7 de julho, é a vez do Teatro Paiol receber O Grande Circo Místico - 40 Anos, espetáculo que comemora os quarenta anos da obra. Com uma nova formação musical, o trabalho faz uma releitura da criação original, realçando a beleza da letra e da música na voz de 13 intérpretes, com arranjos vocais e instrumentais criados especialmente para a montagem. Os ingressos já estão à venda no Zet (comprenozet.com.br). Composta especialmente por Chico Buarque e Edu Lobo para o Balé Teatro Guaíra, em 1982, O Grande Circo Místico estreou no dia 17 de março de 1983 no Guairão. A obra conta a história de uma dinastia circense. Tudo começa em uma corte europeia, onde o médico da Imperatriz Tereza, antes de morrer, transfere seu diploma e ofício ao filho, Frederico Knieps. Este, avesso às funções de seu pai, foge para uma nova aventura e conhece Agnes, codinome Beatriz. E juntos, iniciam a dinastia do Circo Knieps. Na releitura que será apresentada no Teatro Paiol, a trajetória do Circo é contada por meio das músicas icônicas da MPB interpretadas por um grupo coral composto por cantores profissionais.

“O Grande Circo Místico está intimamente ligado à memória afetiva do curitibano, que lotou todas as suas apresentações ao longo dos anos. Faremos um espetáculo de música, com abertura de vozes, a fim de proporcionar uma experiência sensorial única, além de perpetuar uma obra clássica da nossa Arte”, ressalta Rodrigo Fornos, diretor e produtor do espetáculo.

O Grande Circo Místico A obra de Chico Buarque e Edu Lobo foi criada a partir de uma encomenda do Balé Teatro Guaíra, em 1982, com estreia nacional em março de 1983, no Guairão. A inspiração veio do poema surrealista de Jorge de Lima, “O Grande Circo Místico”, escrito em 1938, e publicado no livro “A Túnica Inconsútil”, com roteiro para o balé de Naum Alves de Souza e coreografias de Carlos Trincheiras. A trilha sonora original, com arranjos de Edu Lobo e Chiquinho de Moraes, é considerada uma das mais importantes e potentes da música brasileira de todos os tempos. Vozes como Milton Nascimento, Zizi Possi, Gilberto Gil, Simone, Tim Maia, Jane Duboc, Gal Costa, além dos próprios Chico e Edu, são vivas até os dias de hoje e assim sempre será. Com a obra coreográfica, o Balé Teatro Guaíra foi elevado para o patamar das companhias de dança mais importantes do país. O espetáculo fez turnês pelo Brasil, com um público de mais de 200 mil espectadores. Também foi sucesso em Lisboa, onde se apresentou no tradicional Coliseu dos Recreios, para mais 20 mil pessoas, sendo 4 mil em cada apresentação.

Ficha técnica:

Direção artística: Rodrigo Fornos Direção musical, arranjos vocais e instrumentais: Rodrigo Henrique Direção cênica: Cezar Moreira e Rodrigo Fornos Direção vocal: Elisama Koppe Produção: Veronica Dias e Rodrigo Fornos Designer: Aline Mota Fotos: Nay Klym Assessoria de imprensa: Paula Melech Intérpretes: Aline Mota, Carlos Fedalto, Cezar Moreira, Danille Avelleda, Elisama Koppe, Felipe Brasil, Jô Nunes, Luca Ramos, Lucas Neri, Luísa Teles, Mariana Zibáh, Rodrigo Fornos e Thai Lopis. Realização e produção: Na Carreira Produções Apoio cultural: Prata Fina e Zet Apoio institucional: ICAC – Instituto Curitiba de Arte e Cultura / Fundação Cultural de Curitiba / Prefeitura de Curitiba

Serviço:

O Grande Circo Místico – 40 Anos Data: 7 de julho (6ª feira) Horário: 20h Local: Teatro Paiol - Rua Cel. Zacarias, 51 – Prado Velho, Curitiba Ingressos: R$ 43,20 (inteira) e R$ 21,60 (meia) Vendas pelo site: Classificação indicativa: livre


Informações: Paula Melech

6 visualizações

Comments


bottom of page