top of page
Buscar

Peça “A Perseguição” retorna aos palcos em minitemporada exclusiva

Centrado em questões existencialistas, o espetáculo traz uma nova montagem do texto de Timochenco Wehbi e conta com a direção de Silvia Monteiro.

A Perseguição | Foto: Gabriel Rega

O que é ser? O que é existir? Qual o sentido da vida? Em uma eterna busca por ser reconhecido pelos outros, a peça A Perseguição traz questões que intrigam a humanidade desde o seu início. Em retorno aos palcos curitibanos (em minitemporada exclusiva), o espetáculo realiza quatro sessões no Teatro Barracão EnCena nos dias 22 e 23 de setembro.


Com o texto do dramaturgo Timochenco Wehbi, a peça tem direção de Silvia Monteiro, um dos maiores e mais tradicionais nomes do teatro curitibano e paranaense. Oespetáculo existencialista e absurdotem no elenco os atores Daniel de Mattos Keller e João Mauro Cruz e conta com a produção e realização da Totem Produções Artísticas.

Nos anos de 2016 e 2017, A Perseguição contou com 12 apresentações. Na época, o espetáculo contava com Odair Gomes e João Mauro Cruz no elenco e registrou sucesso de público e bilheteria.


De acordo com João, após um hiato de seis anos, feitos alguns ajustes para a nova temporada, o retorno aos palcos acontece.


“Comecei a trabalhar com o Daniel no Gufo Coletivo Teatral e a gente acabou conversando sobre essa vontade que eu tinha de remontar essa peça. Queria fazer agora uma produção mais sólida. Apesar de ser o mesmo texto e direção, conseguimos inovar muito nas partes técnicas do espetáculo”, conta João Mauro.


Em A Perseguição,algumas das convenções tradicionais do teatro são “quebradas”. O espetáculo apresenta dois seres abstratos, ou melhor, duas “ideias” se perseguindo. Além disso, a proposta é fazer o público mergulhar junto com os artistas nessa busca por identidade e reconhecimento.


“Esse roteiro já propõe uma metalinguagem muito grande. Esse espetáculo é acima de tudo, sinestésico. Nesse sentido, queremos que as pessoas sintam o espetáculo com todos os sentidos”, revela o ator, que também assina a direção de produção do espetáculo. Seguindo essa proposta, o espetáculo reestreia nos palcos de Curitiba com uma renovação cuidadosa de luz, trilha sonora e figurino.


O espetáculo utiliza uma linguagem que permeia o simbolismo e a comédia do absurdo. Com produção totalmente independente, a montagem contou com dois anos de processo e pesquisa. O retorno aos palcos acontece em setembro, no Teatro Barracão EnCena.

Serviço

Espetáculo “A Perseguição”

Dias 22 e 23 de setembro, com sessões às 20h e 21h.

Local: Teatro Barracão EnCena (Rua Treze de Maio, 160, Centro, Curitiba/PR)


Texto: Timochenco Wehbi

Direção: Silvia Monteiro

Elenco: Daniel de Mattos Keller e João Mauro Cruz

Iluminação e operação de luz: Clever d'Freitas

Trilha original e sonoplastia: João Mauro Cruz e Gui Koehler

Design sonoro e engenharia sonora: Gui Koehler

Operação de sonoplastia: Bila Ivankio

Figurino: João Mauro Cruz

Preparação de elenco: Bila Ivankio

Design gráfico e assessoria de imprensa: ACCIO Comunicação

Fotografia: Gabriel Rega

Mediação: Letícia Kotryk

Social media manager: Kauanny Buccini

Produção: Totem Produções Artísticas



Informações: ACCIO Comunicação

41 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page