top of page
Buscar

Projeto Música e Sustentabilidade chega a Curitiba no sábado (11)

Seconda Prattica Coro e Orquestra iniciou turnê pela região de Campinas e apresenta concerto gratuito na capital paranaense.

Seconda Prattica Coro e Orquestra (Divulgação)

O Projeto Música e Sustentabilidade chega a Curitiba neste sábado, 11 de fevereiro, após uma série de apresentações por cidades da região de Campinas, em São Paulo. Com patrocínio da empresa Cartonifício Valinhos, obtido por meio da Lei de Incentivo Federal, a Seconda Prattica Coro e Orquestra fará um concerto no Auditório Canal da Música (Rua Júlio Perneta, 695), a partir das 20h, com entrada franca. Atendendo à acessibilidade, haverá serviços de libras e audiodescrição.

O espetáculo tem entrada franca e os interessados podem retirar os ingressos pela plataforma Sympla: https://www.sympla.com.br/musica-e-sustentabilidade__1825791 Na apresentação será executada a obra clássica “Música Aquática”, do compositor alemão naturalizado inglês George Frideric Handel (1685-1759). A obra apresentada foi tocada pela primeira vez sobre uma barca durante o passeio do rei George I da Inglaterra pelo rio Tâmisa em 17 de julho de 1717.

A direção artística e regência é de Moisés Cantos, também regente titular da Orquestra de Câmara da PUC-Campinas. O Seconda Prattica (segunda prática em uma tradução literal do italiano) é um coletivo que se preocupa em apresentar a música de forma diferente, respeitando as intenções do compositor, estilo da época e que utiliza a música como veículo para comunicar ideias e discutir temas de relevância.

Criada em 2003, a orquestra é composta por 27 músicos com formação musical sólida, qualidade técnica apurada e dedicação necessária para fazer música de maneira a cativar o público. Contudo, a principal característica do grupo é sua segunda prática em relação ao status quo vigente no que tange à discriminação por diferenças de raça, cor da pele, idade, sexo e religião.

A mescla de músicos de díspares ascendências, origens, fases, gênero e crenças, confere à Seconda Prattica um modo coerente de tratar e conviver com as diferenças, contribuindo, ao mesmo tempo, para que as interpretações musicais transcendam o escopo de meras apresentações artísticas e se transformem em concertos com conteúdo emocional e sensibilidade necessárias para mostrar que é possível a vida incorporar a arte.


Informações: Marcelo Andriotti

6 visualizações
bottom of page