top of page
Buscar

Réquiem de Guerra estreia em Curitiba a partir de poemas da 1ª Guerra Mundial

Criada entre São Paulo e Curitiba, peça de Giovana Lago reúne humor e arte drag, e narra a saga de um soldado em seu processo de alistamento militar.

Réquiem de Guerra - Foto :Monica Lachman

Depois de realizar aberturas de processo em São Paulo, RÉQUIEM DE GUERRA estreia em Curitiba no dia 28 de setembro, e permanecerá em cartaz durante três semanas na cidade. Criada pela artista Giovana Lago, que perseguiu durante dois anos a ideia de uma ‘dragaturgia - a construção de cena a partir do deslumbre da linguagem drag’, a peça parte de poemas de jovens soldados LGBTQIA+ escritos nos fronts de batalha durante a I Guerra Mundial.


A partir destes materiais, que foram trabalhados e retrabalhados pela artista, a peça discute a violência masculina e provoca: o corpo de um jovem rapaz é bélico por si só ou a história construiu uma carapaça ao seu redor?


Com todas as apresentações gratuitas, a dramaturgia da peça aborda diversas discussões que estão muito em voga em dias como os de hoje, em que tanto debatemos o militarismo, por exemplo. Afinal, movida pela pesquisa histórica que desenvolveu acerca dos processos de propaganda e de alistamento durante a I Guerra, a artista Giovana Lago - mergulhada em sua persona drag Don Giovanni - concebeu a história da peça em que apresenta a jornada de um jovem rapaz de natureza doce e o seu processo de alistamento e treinamento corporal militar. Com humor e linguagem ágil, a peça tenta flagrar cenicamente a destruição da imagem do guerreiro viril frente ao imparável avanço das tecnologias bélicas.


Procurando entender e desmontar o conceito do que seria uma representação legítima da masculinidade ideal em período de guerra, a artista mescla elementos do cabaré, do vaudeville e da comédia. Todos esses recursos estabelecem um diálogo mais popular que, embora divirta e gere risos, tem o propósito de pensar e provocar reflexões acerca da masculinidade, “explorando os signos e corporalidades da crise da virilidade através da poética drag king, que é a arte de fazer da masculinidade o seu show”, revela Giovana. Esses movimentos tão diversos propõem-se também a retirar a arte drag king e a cultura LGBTQIA+ do imaginário comum de entretenimento barato”, questiona a artista que desenvolve pesquisa drag king já há 6 anos.


A “drag”aturgia de “Réquiem de Guerra” está em construção desde junho de 2021, quando o projeto foi um dos selecionados para o recebimento de uma bolsa de desenvolvimento e pesquisa do Festival Panorama Raft, iniciativa independente do poder público brasileiro em parceria com diversas entidades privadas do Brasil, América do Norte e Europa. A estreia nacional ocorre em Curitiba, no próximo dia 28, e é produzida pela Pomeiro Gestão Cultural, com recursos do Mecenato Subsidiado de Curitiba, o que torna possível o caráter gratuito das ações. A temporada corre até o dia 15 de outubro, no Espaço Fantástico das Artes, sempre às 20h, sendo que aos sábados e domingos haverá sessões também às 17h. Para retirada de ingressos basta comparecer ao teatro com uma hora de antecedência. O trabalho é recomendado para pessoas acima de 14 anos. Acompanhar também: @domhiovanni.dk


SINOPSE

Um jovem rapaz tem a delicadeza exorcizada de seu corpo. Uma imitadora de homens do vaudeville é contratada para alistar novos soldados. Um jovem soldado carrega seu próprio corpo pelos campos de batalha. Partindo de poemas escritos por soldados LGBTQIA+ no front da I Guerra Mundial, Don Giovanni explora através da poética drag king e da linguagem dos shows de variedades como esse conflito alterou a paisagem e as subjetividades das masculinidades do século XX – e como isso ecoa nos corpos dos jovens rapazes de hoje.


SERVIÇO

RÉQUIEM DE GUERRA

Temporada de 28/setembro a 15/outubro.

Quinta a domingo às 20h00. Sábados e domingos também às 17h.

Espaço Fantástico das Artes - Rua Trajano Reis, 41 - São Francisco

Entrada franca. Retirada de ingressos a partir de 1 hora antes no local.

Classificação: 14 Anos I Duração: 60 Minutos I Sujeito à lotação.


FICHA TÉCNICA

Concepção e Dragaturgia: Giovana Lago e Don Giovanni

Interlocução em Dragaturgia: Jorge Machado, Juno Gasparoto, Neto Alencar e Rubia Romani

Interlocução em Encenação: Nash Laila

Consultoria em Canto: Beatriz Id Pesquisa em Movimento: Divanna Montez

Criação em Projeções: Ricardo Kenji

Desenho de Luz: Semy Monastier

Sonoplastia e Criação em Áudio: Vini Ruiz

Composição “Vossa Alteza, Bode Gigolô”: Beatriz Id, Felipe Botelho, Giovana Lago e Kaiala Mavamba Harmonia “Vossa Alteza, Bode Gigolô”: Felipe Botelho

Participação especial em Vídeo: Fernando Piranha, Rud Fiamino, Maria João e Vinícius

Figurino e Adereços: Rafael Jubainski

Cenografia: Ana Kummer

Cenotécnica: Fabiano Hoffmann

Artesania de Leque: Anita Malcher

Elaboração de Material Didático: Be Rgb

Direção de Produção: Igor Augustho

Produção Executiva: Bruna Bazzo e Rebeca Forbeck

Captação de Recursos: Meire Abe

Estágio em Drag: Nicholas Patias

Assessoria em Comunicação: Bruna Bazzo - BB Comunica

Design Gráfico: Lucas Ferreira

Fotografia: Monica Lachman

Realização e Criação: Cabaré Notívagas

Realização e Produção: Pomeiro Gestão Cultural




Informações: BB Comunica

7 visualizações

Comments


bottom of page