Buscar

Show da Badi Assad é nesta terça, dia 17 de dezembro


A multiartista Badi Assad é a atração da Série Solo Música em 17 de dezembro novembro, às 20 horas, na CAIXA Cultural de Curitiba. Será o encerramento da 11ª temporada da Série e o público curitibano poderá se reencontrar com Badi, sua música, violão e voz de recursos impressionantes. Tão importante quanto tudo isso: uma artista inquieta e apaixonada pela vida. Badi e uma artista única no cenário musical brasileiro, atenta não só às novas tendências da MPB mas do universo pop. 

“Já era tempo de ter Badi Assad no Solo Música, pela sua qualidade artística e pela pessoa que é. Sinto-me honrado em encerrar a temporada da Série com ela, o show que traz muitas de suas influências e, ao mesmo tempo, aponta para o futuro”, diz o produtor e curador da Série Alvaro Collaço.

Uma mostra disso está no roteiro escolhido pela cantora, que traz bem sua visão de mundo sem fronteiras. O show inicia com o som de MPB: músicas próprias, uma parceria de Lenine e Bráulio Tavares e “Saudade verdade sorte”, a parceria de Badi com Pedro Luís.


Depois, ganha tons do mundo: “Bachelorette”, de Bjork, gravada por Badi no CD “Verde”, de 2004, e canções de artistas da atual cena pop: Alt-J, Hozier e Lorde. Do som pop Badi segue-se uma homenagem as suas raízes árabes e regressa ao Brasil, mais exatamente ao samba do Rio de Janeiro, músicas de Zé Roberto e Billy Blanco.

“É show de uma artista livre e que não se encaixa em convenções e que ampliou seu horizonte como violonista ao trabalhar intensamente a sua voz. É show que mescla tradição e atualidade”, afirma Collaço.

Um fenômeno


Mariângela Assad Simão nasceu em São João da Boa Vista, interior de São Paulo. Seus irmãos Sérgio e Odair formam um dos mais importantes duos de violão do mundo: o Duo Assad. Badi queria seguir seus passos, mas, por ter aprendido piano primeiro, só se interessou pelo violão aos quatorze anos. Aos quinze, dividiu o primeiro lugar com Fábio Zanon no Concurso Jovens Instrumentistas (RJ). Venceria depois o Concurso Internacional de Violão Villa‑Lobos (RJ) e representaria o Brasil no Concurso Internacional de Viña Del Mar, no Chile.

Em 1989, gravou de forma independente o primeiro álbum: Dança dos Tons. Neste período, ela descobriu o prazer das experimentações vocais e da percussão. Sua originalidade a levou a ser contratada pelo selo norte-americano Chesky Records. Pouco tempo depois, a revista norte-americana Guitar Player a incluiu na seleta lista dos 100 melhores artistas do mundo.


Badi possui atualmente 16 discos e 4 DVDs gravados, incluindo Three Guitars (projeto lançado em CD e DVD com os violonistas Larry Coryell e John Abercrombie) e o infantil Cantos de Casa (2014). Gravou por selos renomados como Deutsche Grammophon, GHA e Biscoito Fino. Em 2012 criou produtora e selo próprios: a Quatro Ventos. A produtora é também responsável pela Semana Assad, evento de música e educação que homenageia a Família e ocorre há 9 anos em São João da Boa Vista.


Badi fez música ao lado de grandes artistas como George Benson, Bobby McFerrin, Hermeto Pascoal, Naná Vasconcelos, Mariza, Dave Grusin, Jeff Scott Young (ex-Megadeth), entre outros. Seu trabalho mais recente é o livro Volta ao Mundo em 80 Artistas, lançado pela Pólen Editorial em 2018, no qual fala dos artistas que a influenciaram. Sua vida foi registrada no documentário Badi, de Edu Felistoque, premiado no FestCine Maracanaú (CE) em 2017 e apresentado em outros festivais e na televisão.


Serviço

Música: Série Solo Música – Badi Assad

Local: CAIXA Cultural Curitiba (Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Centro)

Data: 17 de dezembro

Horário: terça-feira às 20h

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.

Bilheteria: (41) 2118-5111 (De terça a sábado das 12h às 20h. Domingo das 16h às 19h.)

Duração: 70 minutos

Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos

Capacidade: 125 lugares (2 para cadeirantes)

21 visualizações