Buscar

Terceira edição do Festival Internacional de Percussão começa no dia 9 de novembro

Evento será realizado modo remoto, com apresentações e conteúdos educacionais gratuitos.|

Ari Colares. Foto: Chema Llanos

O FIP – Festival Internacional de Percussão chega à sua terceira edição de modo integralmente online. A programação será de 9 a 19 de novembro de 2020, no canal do Youtube e redes sociais do FIP, e todas as ações terão acesso gratuito.


Com curadoria e idealização de Vina Lacerda, o evento traz conteúdos musicais e educacionais produzidos exclusivamente para o Festival, apresentados em 22 lives que serão realizadas nos 11 dias de festival. As transmissões acontecerão sempre às 16hs e 21hs com a presença dos artistas convidados.


O público poderá conferir peças inéditas de músicos reconhecidos internacionalmente. Dentre eles estão: Ari Colares, Caíto Marcondes, Marcos Suzano, Roberto Angerosa, Rubén Zuniga, Sérgio Reze e Leonardo Gorosito. 


O festival traz também solos dos artistas curitibanos André Ribas, Gabriel Schwartz, Glauco Solter, Julião Boêmio, Vina Lacerda e Vinicius Chamorro, integrantes do Sexteto Vina Lacerda. Todas as produções foram realizadas nas cidades de residência dos artistas.


Vina Lacerda, curador e idealizador do FIP

O eixo pedagógico apresenta uma palestra com o renomado professor Alberto Ikeda, além de Aglaê Frigeri e Edwin Pitre. Carlos Ferraz e Denis Mariano exibem suas produções voltadas à arte educadores e professores de música.


O FIP 2020, além de apresentações inéditas, terá um caráter memorialista. Durante a programação será apresentado ao público um panorama de ações das últimas duas edições do projeto. Todas as ações respeitam as recomendações de órgãos públicos e da Organização Mundial de Saúde (OMS).


O projeto FIP – Festival Internacional de Percussão – Solos em Estúdio é realizado com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba com incentivo da EBANX.

Programação

Dia 9 de novembro, às 16h – Alberto Ikeda - Dessacralizando tambores no Brasil: uma perspectiva etnomusicológica e às 21h – Vina Lacerda e convidados – FIP Curitiba – Edições anteriores 

Dia 10 de novembro, às 16h – Aglaê Frigeri – Formação Rítmica do Percussionista e, às 21h – Leonardo Gorosito – Chocalhos

Dia 11 de novembro, às 16h - Edwin Pitre-Vásquez– La Clave: O time-line caribenho e, às 21h – Marcos Suzano – Novas Possibilidades

Dia 12 de novembro, às 16h – Denis Mariano – Contando com sons e, às 21h – Roberto Angerosa – Ciclos Expandidos

Dia 13 de novembro, às 16h – Glauco Solter - “Irregularidades” rítmicas na música instrumental brasileira: Pontal do Sul e, às 21h – Caíto Marcondes – Zabumbando no oriente 

Dia 14 de novembro, às 16h – Carlos Ferraz – Conversas de Berimbaus e, às 21h – Sergio Reze – Bateria e Melodia

Dia 15 de novembro, às 16h - Gabriel Schwartz  - Saga do homem bomba e, às 21h – Sexteto Vina Lacerda

Dia 16 de novembro, às 16h – Julião Boêmio – O cavaquinho e suas afinações e, às 21h – Ari Colares – Tradição e Invenção 

Dia 17 de novembro, às 16h – Vinícius Chamorro  - Violão de sete cordas e, às 21h – Mano a Mano Trio – Um mergulho na obra de João Bosco

Dia 18 de novembro, às 16h – André Ribas - Transfigurando o Chamamé e, às 21h - Rubén Zúñiga- Rubén Zúñiga: Construção

Dia 19 de novembro, às 16h - Serge Vuille e Julien Annoni – Performative music e, às 21h – Kuar- te- tumm - Quase lá 

Mais informações: fipcuritiba.com.br


16 visualizações