© 2015 por Lana Seganfredo & Toca Cultural.

Museu Oscar Niemeyer apresenta obras de Antonio Arney, em exposição com curadoria de Adolfo Montejo Navas e Eliane Prolik

10.11.2018

O Museu Oscar Niemeyer (MON) apresenta até 17 de março de 2019 a exposição “Estruturas e Valores” do artista Antonio Arney. Será uma grande oportunidade de ver de perto obras de um verdadeiro mestre da arte paranaense, com mais de meio século de produção.

 

Suas pinturas com colagens em madeira herdam da arte construtiva e unificam elementos geométricos a materiais usados e de rejeitos, trazendo uma discussão atual sobre a sustentabilidade, arquitetura, memória.

 

Com curadoria de Adolfo Montejo Navas e Eliane Prolik, a mostra é um mapa pictórico do artista autodidata um itinerário concentrado de 24 obras desde 1966 a 2018.

 

 

MULTIMÍDIA PARA RELEITURA DA OBRA DE ARNEY

 

A videoinstalação “Colmatagem”, das artistas Eliane Prolik e Larissa Schip, é um documentário poético realizado no convívio do ateliê de Antonio Arney, onde retrata seu entorno, processo de ação, geografia e voracidade. 

 

Colagem de imagens em sequência, o vídeo opera par símile às pinturas montagens do artista. Como um processo de acumulação de sedimentos ou de preenchimento de áreas e fissuras que coligam a passagem do tempo a matéria. 

 

 

HOMENAGEM INTERATIVA

 

Uma coleção de jogos inéditos e preciosos foram criados especialmente para a atividade e interação do público. Invenções criadas para constituir múltiplos acessos a obra do artista, marcando desse modo a importância de sua visualidade como herança para todos.

 

Trata-se de uma releitura de jogos tradicionais que derivam em “Resta um com todos”, “Dominó de obras”, “Jogo de memória no ateliê”, “Futbotões”, “Desquebra cabeça na composição”, “Giro de sorte no azar”. 

 

De acordo com as artistas, Eliane e Larissa, os jogos estimulam o humor, desconstroem a rigidez, promovem interação, desdobram raciocínios e imaginações, ativam os motores do movimento, correlações e tato e assim, preenchem com anima nosso aqui e agora.

 

As peças estarão próximas à sala 10, embaixo da rampa, na área junto ao jogo de xadrez.

 

 

Sobre Antonio Arney

 

Nasceu em 1926 (Piraquara – Paraná). Artista autodidata, aprendeu o ofício de marcenaria com seu pai. Sua longa trajetória profissional começou em Curitiba, desde o final dos anos 1950, com a participação no Círculo de Artes Plásticas.

 

 

Em seu currículo constam inúmeros prêmios, sendo oito premiações no Salão Paranaense. Participou de importantes mostras nacionais e internacionais como: I e II Panorama de Arte Atual Brasileira – MAM/SP (1969 e 1970); XI Bienal Internacional de São Paulo (1971); Brasil Plástica 72; I e III Salão Nacional de Artes Plásticas (1978 e 1980), no Rio de Janeiro.

 

Recentemente, realizou as individuais Estações, no MASAC (2015); Outra Coisa, no MuSA-UFPR (2016), e O Poeta e o Marceneiro, na Galeria Boiler (2016). Participa da mostra Luz e Matéria, com obras do acervo do MON, em Curitiba (2018). Em 2019, acontece a publicação do livro Comparações de Valores, sobre sua produção.

 

A mostra fica em cartaz até dia 17 de março de 2019. Na hora da abertura, a entrada é gratuita mediante apresentação do convite.  A visitação pode ser feita de terça a domingo, das 10h às 18h. Maiores de 60 e menores de 12 anos têm entrada gratuita todos os dias.

 

 

Serviço:

Exposição “Estruturas e Valores”- Antonio Arney

10 de novembro de 2018 a 17 de março de 2019

Terça a domingo, das 10h às 18h – acesso até 17h30

Quartas gratuitas, das 10h às 18h – acesso até 17h30

Sala 10

 

As informações são da Assessoria de Imprensa do Museu Oscar Niemeyer.

Please reload

Posts Destacados

João Cavalcanti assina produção musical do novo álbum do Grupo Fato

16.11.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Escreva seu comentário