© 2015 por Lana Seganfredo & Toca Cultural.

Max & Iggor Cavalera fazem show nesta quinta (13), em Curitiba

"Porradaria estilo 1989", assim definiram os irmãos Cavalera em entrevista à Toca Cultural, sobre o show que rola nesta quinta-feira, 13 de junho, em Curitiba. Max & Iggor se apresentam no palco da ReConcert (Usina 5 – Rua Constatino Bordignon – 5 – Prado Velho), a partir das 21h, com um setlist repleto de sucessos dos álbuns mais emblemáticos do grupo,  como “Beneath The Remains” (89) e “Arise” (91). Lançados em 1989 e 1991, respectivamente, os álbuns venderam cerca de 2 milhões de cópias e marcaram a história do metal, transformando a cena musical na América do Sul e Central e se tornando referência no estilo.

 

Formada em 1984 pelos irmãos Cavalera, em Belo Horizonte, a banda Sepultura já vendeu mais de 50 milhões de discos em todo o mundo, conquistando discos de ouro e platina em países como França, Austrália, Estados Unidos e Brasil, se tornando uma das principais referências do heavy metal e combinando o death e trash metal com elementos de música tribal indígena, africana, japonesa e outros.

 

Atualmente, além da turnê, os irmãos também permanecem no Cavalera Conspiracy e continuam com seus trabalhos individuais nos grupos Soulfly, Killer Be Killed de Max, e Mixehell, de Igor. Para esta apresentação, os fundadores do Sepultura estarão acompanhados por Marc Rizzo, na guitarra.

 

Entrevista

 

Fãs declarados da banda canadense Choke, que combina influências que vão do jazz ao metal, os irmãos Cavalera continuam morando no exterior, mas tentam vir ao Brasil sempre que podem. Assim como os atuais integrantes do Sepultura não respondem perguntas relacionadas a Max & Iggor, eles também evitam falar sobre a atual formação da banda brasileira.

 

Em breve entrevista à Toca Cultural, sobre os álbuns “Beneath” e “Arise”, que venderam 2 milhões de cópias, eles se resumiram a responder que foram discos super importantes da cena do metal e que eram tempos bem legais.

Ficamos curiosos para saber mais sobre as lembranças daquela época e outras curiosidades, mas eles preferiram não responder. Tampouco sobre o filme sobre a história do Sepultura, lançado em 2017, em que a mídia noticiou na época que os irmãos Cavalera teriam manifestado oposição em relação conteúdo do longa. Já sobre o livro escrito por Jason Korolenko, "Rentless", sobre a biografia da banda, eles disseram que desconhecem a obra.

 

Ainda assim a gente insiste, lembrando então o livro “1001 discos para ouvir antes de morrer”, que elenca os álbuns que a crítica considera como essenciais. Na obra, o autor cita os álbuns ARISE e ROOTS como dois grandes marcos na carreira da banda, e no mundo pesado como um todo. Questionados sobre a preferência por BENEATH THE REMAINS neste show, ao invés de Roots, se não seria mais coerente talvez para os fãs terem as músicas desse disco... se resumiram a dizer que "não"...

 

Então, agora é esperar pra ver este show tão aguardado pelos fãs curitibanos. Estaremos lá!

 

Please reload

Posts Destacados

Noturnall, Mike Portnoy e Edu Falaschi tocam juntos no dia 14, no Espaço Cult

11.11.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Escreva seu comentário