Buscar

Musical Lisbela e o Prisioneiro em única apresentação


Sucesso em São Paulo, o espetáculo musical será apresentado no Teatro Positivo, em Curitiba, no domingo, dia 20 de setembro. Os protagonistas, Leléu e Lisbela, são vividos pelos atores Luiz Araújo e Lígia Paula Machado. O elenco, composto por oito atores, oito músicos e três acrobatas circenses, apresentará diversos números de circo, como trapézio, lyra, tecido acrobático, corda indiana, malabares, clown, mágica e acrobacias de solo coordenados pelo artista circense Roger Pendezza, que optou por uma concepção baseada no artista mambembe brasileiro. Além disso, o espetáculo ainda tem coreografias de ballet, forró, samba, roller dance e ballet contemporâneo, idealizadas por Ligia.

O texto original do pernambucano Osman Lins, escrito em 1964, que já foi filme e especial de TV, foi adaptado para os palcos pelas mãos da escritora Francisca Braga, apresentando ao público um universo musical circense, repleto de criatividade e imaginação. Na trama, Leléu (Luiz Araújo) é um artista mambembe que chega na cidade de Vitória de Santo Antão com seu circo, após se engraçar com a mulher de um matador de aluguel, o vilão Vela de Libra (Dan Rosseto). Na cidade, Leléu conhece Lisbela (Ligia Paula Machado), que está de casamento marcado com Douglas (Beto Marden), porém, eles se apaixonam, tornando-se prisioneiros desse amor. Na parte musical, o público se deliciará com canções de grandes nomes da música brasileira, como Zé Ramalho, Pixinguinha, Dominguinhos, Filipe Catto, Caetano Veloso e João Pernambuco, entre outros, com os arranjos do maestro e diretor musical Dyonisio Moreno, que arranjou as músicas regionais dando uma levada pop rock, mesclando instrumentos regionais com eletrônicos. A criação do espaço cênico foi inspirada nos circos itinerantes do século passado, que eram totalmente móveis, permitindo diversas combinações cenográficas durante a peça, como uma grande caixa surpresa. Já os figurinos foram pensados como uma atualização dos tipos clássicos do circo-teatro, com o cômico, a trapezista e o apresentador, entre outros, só que em um novo desenho, de acordo com as personagens e aproveitando materiais essencialmente brasileiros: rendas, cordas e bordados. Essa criação será feita pelo premiado cenógrafo e figurinista Kleber Montanheiro. Todo trabalho dessa grande produção é coordenado pelos diretores Dan Rosseto e Ligia Paula Machado e pela supervisora artística Francisca Braga.

Os ingressos custam entre R$ 32,00 e R$ 90,00, e o espetáculo começa às 19h30.


0 visualização