Buscar

Espetáculo inspirado na cultura dos índios Inuit estreia no Cleon Jacques


A importância antropológica do povo Inuit é o ponto de partida de Contos de Nanook, que coloca em cena uma proposta de contrafluxo diante da quantidade de informações e da dinâmica tecnológica em que estamos imersos hoje. Ambientado em uma representação hiper-realista do Ártico, o espetáculo da Companhia Setra tem como referência um dos documentários mais importantes da história do cinema: "Nanook of the North", de Robert Flahertly, lançado em 1922.

A história conta que, durante um inverno rigoroso, um esquimó chamado Nanook está a espera da morte. Uma menina o encontra depois de ter atravessado boa parte do Polo Norte. Uma terceira figura, um urso polar, completa este universo marcado por relações de sobrevivência. O encontro improvável entre as personagens se dá em contraste com o frio, o perigo, a melancolia e solidão. Contos de Nanook discute a dizimação de culturas colocadas a margem da sociedade.

A temporada do espetáculo vai de 16 de junho a 16 de julho de 2017, no Teatro Cleon Jacques (R. Mateus Leme, 4777 - São Lourenço), com ingressos gratuitos. Sempre de sexta à domingo, nos seguintes horários. Sextas-feiras às 20h, sábados em duas sessões - às 18h e às 20h. E aos domingos às 19h.

Os ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro uma hora antes do espetáculo. A capacidade é para 100 pessoas e a peça tem duração de uma hora, com classificação livre.


6 visualizações