Buscar

Pequenos Poemas Traquinas, de Zeca Corrêa Leite, será lançado dia 18 na Feira do Poeta


Um livro divertido, bem ao gosto das crianças, reúne um pouco de tudo: pai, mãe, avós (uma avó viúva), pássaros, gatos, vento, chuva, formigas, borboleta, o escuro da noite, a lua, um tio careca, um anjo sapeca, um irmãozinho idem. Até um relógio maluco faz parte desse cenário.

Esse é o “Pequenos poemas traquinas”, de Zeca Corrêa Leite, que será lançado dia 18 (domingo) na Feira do Poeta, das 11 às 13 horas. A sala localiza-se ao lado da Casa Romário Martins, no Largo da Ordem. O livro custa 20 reais.

Destinados ao público infantil, os “poemas traquinas” são textos breves compostos de modo a propiciar aos pequenos leitores (ou ouvintes) melhor compreensão daquilo que é narrado. As ilustrações são da premiada artista Márcia Széliga.

Segundo o autor, “Pequenos poemas traquinas” propõe-se a levar a um público específico, em fase de aprendizagem da leitura, ou ainda não alfabetizado, a delicadeza poética “cujos textos inserem-se ao seu mundo com recortes do cotidiano, porém onde o elemento lúdico é determinante”.

Outro fator a ser destacado é a liberdade dos temas. “Escrevi sem a obrigatoriedade de conceituações e mensagens edificantes. Seria como uma brincadeira inocente, onde a palavra transita dentro de um ritmo, uma musicalidade natural que é a marca de todo poema.”

O volume de 24 páginas contém 33 textos que são um convite informal para os pequenos adentrarem num dos caminhos da literatura: a poesia.

A edição de “Pequenos poemas traquinas” contou com a chancela do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura/Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba, com incentivo cultural da Caixa Econômica Federal e apoio do escritório Cultural Office.

#ZecaCorrêaLeite #PequenosPoemasTraquinas #MárciaSzéliga

0 visualização