Buscar

Músico lança clipe que questiona "O Que É Solidão" em meio à pandemia

A canção "Todas Respostas" traz o que o público sugeriu nas redes sociais.|

A pandemia do novo coronavírus tem inspirado muita gente a criar, recriar, a inventar, a se reinventar. Já foi visto de tudo e em diferentes áreas. Mas algo deve chamar a atenção nos próximos dias, porque vem aí um clipe criado quando a covid-19 estava se instalando pelo mundo.


A ideia foi do jovem músico paranaense Dino Bacciotti. Nesta sexta-feira, ele lança o vídeo clipe "Todas Respostas". Uma canção que fala sobre o que a mudança pode fazer na vida de alguém, mas também o quanto é difícil lidar com o estrago causado por algo.


A letra faz uma reflexão sobre o quanto é complicado lidar com tudo fora do lugar, o quanto a saudade pode alucinar. Assista:


Bacciotti desenvolveu o clipe quando estava se dirigindo ao Texas, para participar do SXSW Conference & Festivals, em março deste ano. Um festival que reúne músicos dos quatro cantos do Planeta.

“Estávamos com passagem comprada, tudo organizado para participar desse evento mundial em Austin, no Texas. Ele aconteceria entre 13 e 22 de março e foi cancelado porque a pandemia já havia se instaurado”.

E foi lá, que surgiu o insight de gravar o vídeo clipe nas ruas desertas do Texas para falar sobre isolamento de um jeito bastante sensível. As gravações iniciaram lá mesmo e, ao voltar para o Brasil, Bacciotti percebeu que aquele estado pandêmico não iria acabar tão logo. “Antes de arrematar o clipe, fizemos uma ação nas redes sociais chamando as pessoas a responder à pergunta: O que é solidão para você?”, conta o músico.


As respostas vieram de todos os lugares e já mostravam que as pessoas estavam amadurecendo a percepção sobre solidão, frente ao distanciamento de amigos e familiares. Ao todo foram selecionadas 45 respostas que vão surgindo segundo a segundo do vídeo clipe. E elas são carregadas de sentimento:

“Solidão é a falta de contato físico com quem mais amamos”; “Solidão é a ausência da convivência, da falta de amor”; “É tomar café sozinha numa mesa posta para dois”; “É ficar longe das pessoas que eu amo”, entre tantas outras.

Uma das cenas mostra um cinema em Austin, que já estava de portas fechadas, estampando na fachada a frase in order for us to be all together. for now we must remain apart (para que estejamos todos juntos, por enquanto devemos permanecer separados). O que exemplifica bem o momento que todos estavam vivendo naquela cidade. O resultado pode ser visto no canal do músico @dinobacciotti no Youtube onde também tem outras produções.


Sobre Dino Bacciotti


Natural de Apucarana, Dino Bacciotti é cantor, compositor, fotógrafo, vídeo maker e publicitário. Despertou para a música quando ainda era criança. Seu primeiro instrumento foi uma bateria, mas foi no violão que ele se encontrou. Aos 10 anos de idade teve a convicção do que queria ser ao ver ao lado do pai um acústico da banda Titãs na televisão.

"Lembro muito claramente que me apaixonei por aquele ritmo, por aquela energia de ver os cantores no palco e foi quando senti que queria aquilo pra mim”, conta ele.

E estava certo, três anos depois já realizaria seu primeiro show na sua cidade natal e com direito a cachê. Não parou mais. Passou a se apresentar em diversas cidades do Norte do Paraná e hoje acumula um currículo de peso. Já abriu shows de diferentes e consagrados artistas nacionais como Nando Reis, Leoni, O Rappa, Paulo Miklos; participou de projetos como tributo à Rita Lee, em 2015; já se apresentou em palcos como Ópera de Arame, Teatro Paiol entre outros.


Com uma personalidade musical muito particular, ele traz em suas composições muito da vida, muito do que está acontecendo naquele momento em que está compondo. O tom é dado pelo seu violão. Possui três trabalhos autorais, EP Começo (2013), o álbum Entre Dois e Três (2016) e o EP Coração Aberto (2019), além da coletânea de releituras Canções doces para tocar no café (2019).


Ficha Técnica

Realização: Clemente Magalhães, Gabriel Garcia e Dino Bacciotti

Direção, Direção de Fotografia e Câmera: Gabriel Garcia

Edição, colorização e design gráfico: Dino Bacciotti

Produção: Clemente Magalhães e Gabriel Garcia

Agradecimento: Gabriel Lunelli

Crédito de fotos: Divulgação

Contato imprensa: Paula Martins


0 visualização