top of page
Buscar

Empresário sai de SC para percorrer 4 mil quilômetros de bicicleta rumo à Patagônia

Roteiro teve início em Balneário Camboriú e o objetivo é chegar ao extremo da América do Sul, entre a Argentina e o Chile.

Fotos: Bruno Kotaka

“A vida é de quem se atreve a viver”, comenta Davson Lucca, empresário que mora na cidade catarinense de Balneário Camboriú e que, ao final de julho, saiu de bicicleta do PZ Ecomall, shopping da área central da cidade, e entrou em uma aventura que se estende por 4 mil quilômetros. O destino final é a Patagônia, no extremo da América do Sul, região entre a Argentina e o Chile. No trajeto, que levará cerca de 2 meses para ser concluído, Lucca enfrentará sol, chuva, vento e frio, que pode chegar a 6 graus negativos.

“Estamos falando de uma das estradas mais lindas do mundo. Vou fazer toda a orla do sul do Brasil e depois toda a orla do Uruguai. A rota direto para a Patagônia é um deserto muito grande, com cidades distantes uma das outras e, de bicicleta, passarei por cada cantinho da rota”, conta Davson.

O empresário comenta que a experiência influenciará também seu estilo de vida.


“De modo geral, a gente sempre quer estar em um lugar diferente de onde estamos, só que muitas das vezes não estamos preparados para enfrentar o processo que isso requer. De bicicleta posso ir onde quiser, porém, preciso estar preparado para pedalar e chegar onde desejo”, completa.


Para o CEO da PZ Empreendimentos, Filipe Pitz, patrocinador desta grande jornada, a ideia é apoiar iniciativas que agreguem a filosofia da empresa, voltada à qualidade de vida, sustentabilidade e arte.

“Prezo pelo extremo contato com a natureza e isso é reflexo de todas as nossas iniciativas, inclusive, o Parque Camboriú, um empreendimento residencial que acaba de ser lançado às margens da Mata Atlântica e pertinho do mar. Incentivar essa aproximação por meio do esporte é ainda mais gratificante, é uma nova história a ser contada, capaz de motivar outras pessoas que têm este sonho de chegar à Patagônia pedalando”, comenta Pitz.

“Iniciar esta viagem sobre duas rodas vai ao encontro do que promovemos no PZ Ecomall: a busca incessante pela qualidade de vida. Construímos o mall com o objetivo de unir sustentabilidade, arte e transmitir a mensagem de que é possível termos grandes edificações, que estejam conectadas com a natureza”, finaliza.


Informações: Matheus Petter | Rotas Comunicação – Ass. de Imprensa

12 visualizações

Comments


bottom of page