Buscar

Escritoras curitibanas lançam e-book sobre o meio ambiente

Tuíra reúne textos das integrantes do Coletivo Marianas. |

A tragédia ambiental em Brumadinho (MG), que chocou o Brasil em 2019, trouxe danos irreparáveis à Mata Atlântica. A partir disso, um grupo de escritoras curitibanas - o Coletivo Marianas - passou a desenvolver um projeto literário, que resultou na obra Tuíra, lançado esta semana. Trata-se de um compilado de 20 poemas, 8 prosas e 13 ilustrações, com reflexões sobre os problemas ambientais da atualidade.


O título homenageia a guerreira caiapó Tuíra ̶ que protestou bravamente em 1989, na cidade de Altamira (PA), contra a instalação da usina de Belo Monte.


“O livro reúne nossas reflexões sobre o meio ambiente, a vegetação urbana e os desequilíbrios decorrentes do mau uso de recursos no Brasil”, explica a organizadora, Joema Carvalho.

A obra foi concebida com olhar voltado à sustentabilidade e na intenção de evitar o uso de papel. Por isso foi criada em formato de ebook, para plataformas digitais como Kindle e outros dispositivos eletrônicos. Está disponível para pré-venda na loja KDP da Amazon.


Tuíra está sendo lançado oficialmente durante a Semana do Meio Ambiente da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), de 1 e 5 de junho. Ao total, 26 autoras integram o e-book: Aglaé Gil, Andréia Gavita, Araci Maria Labiak, Beth Fernandes, Carla Anéte Berwig, Carla Ramos, Carol Damrat, Deisi Jaguatirica, Francielle Costacurta, Ieda Vidal, Joema Carvalho, Laura Monte Serrat, Luciana do Rocio Mallon, Maria Lorenci, Mariana Marino, Marli Voigt, Nanci Beatriz de Lara Reis, Neysi Oliveira, Priscila Prado, Rita Delamari, Rosa Leme, Shirley Pinheiro, Siomara Reis Teixeira, Susan Blum.


O livro conta também com parceria institucional da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), por meio do Programa UTFPR Mulher e UTFPR Sustentável e também da Rede Sustenta Paraná.

Sobre o Coletivo Marianas


Marianas é um coletivo de mulheres escritoras. Reúne-se mensalmente na roda de conversa Letra de Mulher, sobre autoria feminina, em Curitiba. Iniciou suas atividades em maio de 2015, para promover e difundir a literatura e a arte produzida por mulheres. O nome homenageia Mariana Coelho, educadora, jornalista, poeta e uma das pioneiras do feminismo no Brasil. Tem por objetivo a afirmação e legitimação da mulher na cultura, com a realização de eventos literários como saraus, recitais e exposições artísticas. Seu selo, Marianas Edições, foi criado para a publicação de livros desse gênero. Soma o trabalho de escritoras, editoras, ilustradoras, revisoras e fotógrafas. Saiba mais em: www.coletivomarianas.com

26 visualizações