top of page
Buscar

Espetáculo "Se Eu fosse Deus" estreia dia 5 de março, em Curitiba

Tragicomédia aborda questões contemporâneas em cena.

Dona Rosa | Foto: Patty Sozzi

A peça Se Eu Fosse Deus, escrita por Oderval Figueiredo, estreia no próximo sábado, dia 5, às 19h30, na Cia. Do Abração, em Curitiba (Rua Paulo Ildefonso Assumpção, 725, Bacacheri). Dirigida por Daniel de Mattos Keller, a montagem traz questionamentos contemporâneos que surgem a partir de uma reunião de condomínio onde, aos poucos, sete personagens vão se revelando com personalidades diferentes e conflitantes. Cada um com a sua verdade e os seus interesses...


O espetáculo é uma tragicomédia que questiona: se você tivesse todo o poder necessário para fazer o que bem quisesse, o que faria?. A temporada prossegue, sempre aos sábados e domingos, até o dia 10 de abril.


O autor explica que seu texto é como um quebra cabeça montado com cada personagem. O elenco – formado pelos atores André Moiano, Angélica Bueno, Patty Sozzi, Lara Moutinho, Kaue Marquetti, Luana Johnson e Vilson Kurz – representam arquétipos da sociedade contemporânea com ideias distintas, sejam liberais ou conservadoras, altruístas ou egoístas, conforme suas crenças e ideologias.

“A intenção do texto é ressaltar o respeito às diferenças. Para os que adoram apontar, eu digo: atire a primeira pedra”, comenta Oderval Figueiredo.

Animado com a possibilidade de dirigir uma peça que traz um contexto atual e relevante, o diretor Daniel de Mattos Keller conta que está estimulado com o desafio.


“Se Eu fosse Deus traz questionamentos intensos que precisam ser colocados para a sociedade, é uma peça necessária", considera. Ele conta que a montagem é repleta de reviravoltas e o texto tem um tom 'Nelson Rodriguiano'. Daniel acredita que após dois anos de pandemia, isolamento, decepções e frustrações - e com as próximas eleições no horizonte -, com certeza essa montagem irá impactar muita gente.


Serviço:

"Se Eu fosse Deus".

Estreia sábado, dia 5, às 19h30, na Cia. Do Abração (Rua Paulo Ildefonso Assumpção, 725, Bacacheri). Ingressos: R$30 – a venda pela plataforma Sympla . Classificação: 16+. Apresentações aos sábados, às 19h30, e domingos, às 18h30. A temporada prossegue até o dia 10 de abril.


Texto: Oderval Figueiredo. Direção: Daniel de Mattos Keller. Elenco: André Moiano, Angélica Bueno, Patty Sozzi, Lara Moutinho, Kaue Marquetti, Luana Johnson e Vilson Kurz. Participação especial de Anidria Zielinski. Trilha original de André Richter. Maquiagem de Taynara Siqueira.

Informações: RB Escritório de Comunicação



23 visualizações

Comments


bottom of page