top of page
Buscar

Exposição celebra a lineart de artista curitibano

O coquetel de abertura terá bate-papo com Manoel Felipe Doria no dia 26 de janeiro, no Nex - Casa de Pedra.

A força da simplicidade nas linhas desenhadas sobre o canvas cria espetáculos visuais na nova exposição artística de Manoel Felipe Doria. A mostra “infinito a infinito” reúne obras do artista, arquiteto e ilustrador, focadas na técnica lineart, e ganharão as paredes do Nex – Casa de Pedra a partir de 26 de janeiro (quinta-feira). Nesta data, será realizado também o coquetel de lançamento, a partir das 19h30, com bate-papo com o artista. A exposição ficará aberta até 26 de abril. Graduado em Arquitetura e Urbanismo e sócio do escritório Doria+Arquitetos, Manoel Felipe Doria carrega sua expressão artística tanto na vida profissional como na pessoal, que permitem o uso de seus desenhos em interesses diversos. Com a lineart, técnica focada no uso de linhas, encontrou uma forma de trabalhar as camadas simbólicas da sua percepção sobre a linearidade da vida por meio do traçado ágil e intuitivo, uma expressão que define sua particularidade. Como artista já desenvolveu outros trabalhos variados, que vão do EP musical, “Olhos Nus” (2015) e o material ilustrativo da Bienal Internacional do Cairo (2018) até produções encomendadas para galerias particulares, como o caso da obra “O Mural” (2022). Em “infinito a infinito”, Doria explora a ideia do movimento que direciona uma narrativa através do espaço ocupado por linhas. “É surpreendente a possibilidade de representar tudo o que é complexo através de uma simples linha”, conta. A técnica aplicada pelo artista pretende revelar sua expressão mais íntima concentrada no essencial. O título da exposição reflete a característica dessa tipologia de traçado: “linhas paralelas possuem muito em comum, mesmo que jamais se cruzem. Por outro lado, qualquer outro par de linhas retas se encontram somente uma vez e depois se afastam no infinito”, reflete o artista sobre a visão de seus trabalhos. As obras carregam a magnitude da linha, seus movimentos e suas infinitas possibilidades de uso. A curadoria é de Monica Hirano e a produção de Altieres Fim Biela.

Serviço

Exposição “infinito a infinito”, de Manoel Felipe Doria

Abertura: 26 de janeiro (quinta-feira), a partir das 19h30, com coquetel e bate-papo com o artista.

Local: Nex – Casa de Pedra; Alameda Presidente Taunay (nº 130), no bairro Batel, em Curitiba.

A exposição pode ser visitada até 26 de abril. Mais informações no perfil oficial do Nex no Instagram (@nexcoworking).


Informações: Bruno Camargo | P+G Comunicação Integrada

26 visualizações
bottom of page