Buscar

Ezter Liu lança terceiro livro

“Breves Fogueiras” sucede o premiado “Das Tripas Coração”.

A vida contemporânea, o feminino, a política, o contexto social do Brasil... O olhar agudo e sensível de Ezter Liu sobre os tempos atuais dá vida à nova publicação da escritora pernambucana. “Breves Fogueiras”, seu terceiro livro. A obra compila 60 escritos que exprimem sentimentos controversos suscitados pelo isolamento e pelo atual contexto político e social nos últimos anos. São minicontos, pílulas de histórias e situações que trazem à tona sentimentos densos e reflexões. Narrativas fortes, efêmeras e ardidas, tal como o fogo.

“São textos curtos e precisos, que colocam para fora as nossas fogueiras internas. Cada texto é como uma fogueirinha”, define Liu.

Com primor no uso das palavras, a escritora usa de contornos poéticos para denunciar incômodos, desabafos e inconformismos. Transitando entre ficção e realidade, as histórias e personagens questionam o leitor, apelam ao sentir e protestam pela conscientização social e humana.


Este é o terceiro livro de Ezter Liu, o primeiro desde “Das Tripas Coração” (2018), que lhe consagra como primeira mulher vencedora do Prêmio Pernambuco de Literatura, promovido pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe). Com incentivo da Lei Aldir Blanc em Pernambuco e produção de Mery Lemos, da Anilina Produções, “Breves Fogueiras" ganha prefácio assinado por Elisa Lucinda, ilustrações de Juliana Lapa, projeto gráfico de Lucas Torres e edição de Carlos Gomes.

ONDE COMPRAR?


A venda do livro é diretamente com a autora, pelo Instagram @ezter_liu, pelo e-mail brevesfogueiras@gmail.com ou pelo telefone/Whatsapp (81) 98685-6796. O valor é R$ 40 incluindo livro e frete para envio via Correios.


SOBRE A ESCRITORA - Graduada em Letras, Ezter Liu é cidadã da Mata Norte Pernambucana e reside em Carpina. Após figurar com textos em coletâneas, lançou seu primeiro livro, "Vermelho Alcalino" (2015), pela Porta Aberta Editora Independente. De lá para cá, vem caminhando entre prosa e poesia, apresentando uma escrita visceral e marcante, com narrativas que protagonizam a força do feminino. Seus escritos se relacionam também com outras artes - Liu é parceria de composição de músicos como Joana Terra e Juliano Holanda, e textos dela são frequentemente adaptados ao Teatro e ao Cinema. Destaque para o filme "Geisiely com Y", de Mery Lemos; o monólogo "Sete Histórias”, de Mariana Muniz; e o experimento cênico “Vulvas de quem?” com Márcia Cruz.


Informações: Milton Raulino

14 visualizações

Posts recentes

Ver tudo