Buscar

Festival Radiação reúne 115 artistas até 1º de Julho

Evento online reúne 30 festas/coletivos, de 14 cidades da América do Sul. |

Mamba Negra - Alma Negrot

Do dia 29 de maio a 1º de julho, o Festival Radiação apresenta para o público lives diárias de 30 festas e coletivos de Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Santiago (CHI), São Luís (MA) e São Paulo (SP). Idealizado pelo produtor Tiago Franco, da Sangra Muta, o Radiaçãocontará com 115 artistas da música, teatro, dança, cinema e artes visuais. Marina Dias, da No Mercy, Alma Negrot, da Mamba Negra, e Carlos Capslock, da Capslock, estão entre eles. 


As apresentações são gratuitas, das 19h às 20h, no canal do Youtube do Festival Radiação, além de ser replicado para as redes de Facebook e Instagram da festa Sangra Muta.

O Festival tem como objetivo, além da geração de conteúdo criativo, o fortalecimento de uma cena cultural que hoje, no Brasil, representa um novo caminho para as artes e para a noite.

Trabalhar com eventos culturais é estar sempre em contato humano e reunir pessoas com um propósito em comum, algo que se tornou impensável na situação atual. Antes de tudo acontecer, nós faríamos um festival físico em novembro, mas isto não nos parou e as ideias para o formato digital foram surgindo, até chegarmos nessa solução que abre portas e amplia a rede do circuito independente brasileiro”, explica Tiago.

Chenobyl - Slim Soledad

O evento começa no dia 29 de maio com um talk entre os produtores do evento Tiago Franco (produtor artístico), Mafalda Ramos (produtora executiva) e Gabriel Brugnara (produtor técnico) e as convidadas Karen Cunha e Paulete Lindacelva, abordando os impactos do COVID-19 no mercado cultural, novos meios, iniciativas, ações e perspectivas para o profissional de cultura.


De 1º a 30 de junho, acontecem as apresentações.


Cada festa ou coletivo convidado pelo Radiação escolheu os artistas para suas lives. O resultado desta curadoria foi impressionante e reúne artistas espalhados pelo Brasil e o mundo em diferentes formas de expressão: música, teatro, dança, cinema e artes visuais. O público poderá ouvir as apresentações de DJs acompanhadas de imagens potentes, produzidas por artistas da nova arte nacional.


No dia 1º de julho acontece o encerramento com um compilado do festival e conteúdo secreto.

Para que sobrevivam e possam prosseguir, farão uma campanha de arrecadação virtual de fundos, com cotas disponíveis para doação e suporte ao projeto. 70% da renda será distribuída entre os coletivos participantes e 30% irá para o Projeto "Salva Rave", que busca levantar contribuições e cestas básicas para profissionais de segurança, limpeza, bar e brigadistas comum entre as festas de São Paulo.

PROGRAMAÇÃO


Sangra Muta - Paulete Lindacelva

29 de maio ABERTURA COM TALK

01 de junho Blum - São Paulo

02 de junho Bateu - Florianópolis

03 de junho No Mercy - São Paulo

04 de junho Vapor - Brasília

05 de junho Hypnos - Recife

06 de junho Kode - Rio de Janeiro

07 de junho Silver Tape - São Paulo

08 de junho Sangra Muta - São Paulo

09 de junho Disconexa - Natal

10 de junho Lust - Brasília

11 de junho On Wax - Santiago

12 de junho Masterplano - Belo Horizonte

13 de junho Darq - São Paulo

14 de junho Mamba Negra - São Paulo

15 de junho 001 - Rio de Janeiro

16 de junho Zona - Porto Alegre

17 de junho Terral - São Luís

18 de junho ODD - São Paulo

19 de junho Dando - São Paulo

20 de junho Vorlat - Porto Alegre

21 de junho Redoma - Curitiba

22 de junho 001 - João Pessoa

23 de junho Bicuda - São Paulo

24 de junho Smoking Haus - Natal

25 de junho Versa - São Paulo

26 de junho Chernobyl - São Paulo

27 de junho 1010 - Belo Horizonte

28 de junho Gang - São Paulo

29 de junho Manifesto - Salvador

30 de junho Capslock - São Paulo

01 de julho ENCERRAMENTO com um compilação do conteúdo produzido em Junho

TRANSMISSÃO


Youtube do Festival Radiação: https://www.youtube.com/channel/UCT2raD3-Hg8ZfowKjLjUzaw

Instagram da Sangra Muta: https://www.instagram.com/sangramuta/

Facebook da Sangra Muta: https://www.facebook.com/sangramuta/

FESTAS E COLETIVOS


29/05 ABERTURA

O festival começa com Tiago Franco (produtor artístico), Mafalda Ramos (produtora executiva) e Gabriel Brugnara (produtor técnico) contando o que está por vir nos próximos 30 dias de programação. Logo após, as convidadas Karen Cunha e Paulete Lindacelva entram em cena nesse bate papo, onde abordarão os impactos do COVID-19 no mercado cultural, novos meios, iniciativas, ações e perspectivas para o profissional de cultura. Karen Cunha é profissional da cultura e atua como curadora, consultora, gestora de projeto e especialista em eventos de grande porte. Atuou por mais de 13 anos no poder público onde coordenou eventos como Virada Cultural e Carnaval de Rua de São Paulo e idealizou projetos como SP na Rua, Mês da Cultura Independente entre outros. Paulete é DJ residente da Sangra Muta e atuante da cena LGBTQI+.

01/06 BLUM

BLUM, festa independente, parte do movimento queer de São Paulo, existe desde 2013, focada em música eletrônica e arte contemporânea que contempla performances e instalações visuais. Agora também label, blum tem como objetivo gerar uma plataforma sólida de oportunidades e valorização dos artistas locais, solidificando o artista eletrônico independente no Brasil e no mundo.

DJ: NIKKATZE

PERFORMER: Rotten

ARTISTA VISUAL: Paulinho Fluxus e Alumídias

02/06 BATEU

A BATEU é um movimento nascido em 2016 visando a construção de uma cena de música eletrônica na cidade de Florianópolis baseada em ideais sociopolíticos de inclusão, segurança, acolhimento, coletividade, conscientização, liberdade e representatividade.

Hoje é considerada uma das festas mais importantes do meio no Sul do país, criando espaços para a livre expressão e segurança das as minorias.

DJ: Le Calve

PERFORMER: Yoko Mizú

03/06 No Mercy

Desde Outubro de 2016 a Nø Mercy acontece semanalmente aos sábados no Club Jerome. A proposta musical é pautada na boa música eletrônica: new disco à house music, passando por diversas sonoridades do electronico ao techno.

Marina Dias (Modelo, DJ e anfitriã) divide a residência da noite com Pedro Paulo, pela cabine da festa já passaram os principais nomes da música eletrônica nacional.

DJ: Marina Dias

PERFORMER: Okofá

04/06 VAPØ_R

Ferveção, fuga da inércia, viagem em altas temperaturas

DJ: Preta

PERFORMER: YALLA

05/06 HYPNOS

Na necessidade de criar-se um espaço de fertilidade para diversas formas de expressão artística no cenário da música eletrônica em Recife, a Hypnos vem tensionando desde 2017 as possibilidades de existência queer dentro de uma festa, pautando um espaço de pertencimento para a comunidade LGBTQ+ local e de inserção/acesso para novas artistas que vão de DJs à performers visuais, artistas plásticos, designers, entre outres, dando vazão a tudo que vá de encontro ao estranho e a experimentação.

DJ: Geni

PERFORMER: Sereira de Pau

06/06 KODE Sons soturnos e performances teatrais do Rio de Janeiro.

DJ: Ananda

PERFORMER: Gui Mauad

07/06 SILVER TAPE

Peças que fogem da obviedade, o questionamento da relação não descoberto x e "redescobrir"/ olhar para diferentes lugares do Brasil como epicentro cultural, validação de arte de corpos dissidentes, cultura queer, música não linear e avançada, entre outras esferas. Celebração aquém da linguagem de uma matrix e das distopias cada vez mais concretas do mundo contemporâneo, o ápice de sua manifestação em festas é o único sentido para os corpos-livres de pista. A ponte em que seu público viaja de encontro a este droid alterego é distorcida e barulhenta, mas libertadora e por isso faz da arte uma expressão vortexa, infinita.

DJ: Zani

PERFORMER: Alyexpress e Uranx

08/06 SANGRA MUTA

A Sangra Muta é uma plataforma audiovisual com foco em artistas LGBTQI+ da música eletrônica. Com festas que ocorrem em teatros e cinemas do Centro de São Paulo, a festa/projeto contempla diferentes formas de expressão musical, artes visuais e artes do corpo, num mix de imagem e música. Pro radiação, festival que a Sangra organiza, preparamos DJ set de Paulete Lindacelva, performances de Okofá, Carmen Laveau e Jojo Macrae, com intervenções visuais e gráficas de Caco Neves.

DJ: Paulete LindaCelva

PERFORMER: Carmen Laveau, Okofá e Jojo Macrae

ARTISTA VISUAL: Caco Neves

09/06 DISCONEXA

A Disconexa é um projeto multidisciplinar que busca incentivar a experimentação sonora e visual dentro do cenário de música eletrônica em Natal. Em agosto de 2019 fixou sede no LCD (Laboratório Cultural Disconexa), um galpão no centro histórico da cidade recém transformado em boate LGBTQ+.

DJ: TINOC

PERFORMER: ROZZA

10/06 LUST Com temática fetichista e BDSM, a LUST é a festa queer de música eletrônica mais quente de Brasília. No festival Radiação, decidiu explorar outra linguagem bastante recorrente em suas festas, o universo acrobático, com o performer Thiago Ribeiro e Lores.

DJ: Igor Alb

PERFORMER: Thiago Ribeiro

11/06 ONWAX

ONWAX é uma plataforma/gravadora de música eletrônica fundada pelo Dj/produtor Chileno-Brasileiro Maverb. Dia 12 de maio foi lançado o primeiro VA deles onde contribuíram Torca, Maga, Raiany Sinara e Maverb. Obtendo premieres na Whypeopledance (Lituania) e Moskalus (República Checa). Pode-se escutar o disco todo no canal HATE lab (Polonia).

DJ: Maverb

ARTISTA VISUAL: Trimex Crew

12/06 MASTER PLANO

Coletivo independente criado em Belo Horizonte

situações frenetikas & ortotóxicas, Masterplano no seu findemundo

DJ: Romana

ARTISTA VISUAL: Pedro Moreira (Alporquia)

13/06 DARQ

C Y B E R C R U S T / T E C H N O P U N X

DJ: AØND b2b Blasfemea

PERFORMER: Demonia e Tiemi

14/06 MAMBA NEGRA

A MAMBA NEGRA é uma festa independente criada em maio de 2013 pelas atuadoras Carol Schutzer (aka CASHU) e Laura Diaz (aka CARNEOSSO) inseridas num contexto forte de efervescência política y artística.

DJ: ENTROPIA ENTALPIA

PERFORMER: Alma Negrot

15/06 Coletivo 001

desordem & retrocesso

#Apocalip-se #FriteEmCasa

DJ: Yuri Landarin PERFORMER: Gabrielzíssima

ARTES VISUAIS: _nilt e jjjjjulianx (respectivamente)

16/06 ZONAexp

A ZONAexp é um coletivo de música eletrônica criado em Porto Alegre/RS que se expandiu para outras cidades do Brasil conectando artistas que exploram múltiplas estéticas do ghetto tech (eletro, juke, footwork, jungle, Drum n Bass) e que remixam essas fórmulas para se expressar, na busca de desenvolver uma linguagem mais BR.

DJ: Dj Félix

PERFORMER: BABYCRUEL

ARTISTA VISUAL - CENÁRIO: L0BA

EDIÇÃO DE VÍDEO: COLLIKE

17/06 TERRAL

A DJ maranhense Joy Velas, do coletivo ludovicense Terral, para apresentar um nordeste existente no espaço cibernético.

DJ: JOY

ARTISTA VISUAL: Lucas Sá

18/06 ODD

A ODD se expande para além de uma experiência de festa com curadoria audiovisual ímpar - se consolida cada vez mais como uma força catalisadora de ideias, talentos, diversidade e das mais diversas formas de arte.

DJ: VERMELHO

PERFORMER: AUN HELDEN

19/06 DANDO

DANDO*JUNTXS

DJ: Marcelo Elidio

PERFORME(S):Dudx, Teatro da PombaGira, Anna Opermann, Lion on a Diet, Luiz Lobassi, Lilith Dust, Wand

ARTISTA VISUAL: LUSCFUSC

20/06 VORLAT

vorlat saudosamente apresenta delcu + laputaines, uma hora de dj set + performance pra matar a saudade de matar a vontade (ou deixar com +++)

DJ: DELCU

PERFORMER: LAPUTAINES

21/06 REDOMA

> numa ruptura pós_contempiranha > o presente é futuro & ultrapassa os limites de escassez da matéria _ em Redoma o estranho refugia & instiga experiências saudáveis ____ infiltrando até mesmo camadas inicialmente não receptivas > este pedaço de nós > em audio_visual > irradia profundos fluxos de des_construção > aceitação > presença _

DJ: beenimal

ARTISTA VISUAL: strangepeo

FOTOS E INTERVENÇÃO AUDIOVISUAL: lourene e allan djone

PERFORMANCE: indigo, isabela gregoris, jaiussaa, santaeputa, yasqueeeenn (respectivamente)

22/06 coletivo 3001

Corpas dissidentes parahybanes & nordextines em movimentos sonoros frenéticus.

DJ: Lilit

PERFORMER: Dorot

ARTISTA VISUAL - VJ: Canynana

Bicuda - Sheefit

23/06 BICUDA

BICUDA peixe de festa que não se deixa fisgar, fundada em 2018/CAMPINAS cria-se um novo circuito artístico de fomento da cena de música eletrônica independente, atua também com projetos como Rádio e Gravadora.

DJ:Sheefit

PERFORMER: Lana Voodoo

24/06 SMOKING HAUS

A Smoking Haus se configura profissionalmente como um coletivo de produção cultural e de moda. A casa de transformistas faz de suas festas verdadeiras experiências interativas e imersivas que são combinadas a música eletrônica e a linguagens artísticas dissidentes. O coletivo atua nos eixos de discotecagem e intervenções performáticas, principalmente no cenário noturno underground LGBTQ+ de Natal-RN.

DJ: Smk Haus (íguia e carmona)

Performer(s): Íguia, Carmona, Marxine, Rozza]

25/06 VERSA

VERSA é híbrido de música eletrônica, artes visuais e do corpo. Completando 1 ano em junho a festa oferece ao público experiências espontâneas e imersivas combinadas à sonoridade solar e alegre. VERSA está na versatilidade, equidade e difusão de linguagens artísticas não-normativas.

Para o Festival Radiação expõe o vídeo-galeria: Movediça. Com trabalhos visuais e som dxs artistas residentes e convidadas.

DJ: Brugnara

Performer(s): Ona Silva e Rita Billenegra

Artista(s) Visual(is): Ana Matheus Abbade, (sem foto), Image Fiction + Oujuca, Tereza Tessaro

26/06 Chernobyl

Seja monstra mas não seja boba.

DJ: Eric oliveira

Performer(s): D3MONIA, Luan Gurunga, KeBRA,Slim Soledad (respectivamente)

27/06 101Ø

Com a sua vida clubber em quarentena, Femmenino passa os dias fazendo o que mais ama: batendo bolo. O bolo dessa performance foi batido especialmente para o DJ Jota Januzzi, residente da 101Ø.

DJ: Jota Januzzi

Performer(s): Femmenino

28/06 GANG

Coletivo de DJs com a proposta de fazer um encontro de residentes e convidados tocando em B2B, misturando estilos, épocas e referências da música eletrônica de Techno e House.

DJ: Paula Chalup, Alex the Robot, Dj Mau Mau. Roque Castro, Glaucia ++

Performer(s): Kitty Kawakubo

ARTISTA VISUAL VJ: Daniel Zanardi AKA Drunkfinger

29/06 MANIFESTO

MANIFESTO arte. MANIFESTO dissidência. MANIFESTO comunidade.

Monxtras unidas jamais serão vencidas. Salvador/Bahia/Brasil.

DJ: KarmaLeoa, THIERRY (respectivamente)

Performer(s): Malayka S/N, DecaDanceDIva (respectivamente)

30/06 CARLOS CAPSLOCK

Trio ternura Capslock

DJ: Due B2B Tessuto

Performer(s): Cece Grace

01/07 ENCERRAMENTO

O encerramento tem como propósito captar o que foram esses 30 dias, com um vídeo registro de todos que participaram do festival, buscando exemplificar a vasta gama de artistas que aceitaram contribuir com esse projeto. O conteúdo do vídeo ainda é secreto.

COLABORAÇÃO

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/fundo-para-artistas-profissionais-da-noite-e-comunidade-lgbtq



0 visualização