Buscar

Sarau relembra começo da parceria entre Vinícius de Moraes e Tom Jobim

Entre os convidados a presença ilustre da pesquisadora musical e violonista  Celina Muylaert.|

Dani Mattos , acompanhada pelo seu grupo vocal Poucas & Boas. Foto Douglas Garcia

Uma da mais importantes parcerias da história da música popular brasileira, a do poeta Vinícius de Moraes com Tom Jobim é o mote do próximo sarau virtual “Vinícius, o poeta amador”. Organizado pela cantora, pesquisadora e regente Dani Mattos, acompanhada pelo seu grupo vocal Poucas & Boas, o evento virtual será realizado no dia 17 de setembro, quinta-feira, às 19h, pela plataforma Google Meet. Os interessados em participar devem solicitar inscrição pelo link:https://meet.google.com/wfo-xkwy-tuz


Do encontro entre Vinícius e Jobim nasceu uma das mais fecundas parcerias da história da música.  Foram mais de cinquenta composições,  muitas delas eternizadas internacionalmente como, por exemplo: “Se todos fossem igual a você”,  "Chega de saudade", "Garota de Ipanema", "Eu sei que vou te amar".

Entre uma música e outra, os participantes poderão saber curiosidades sobre essa parceria que se tornou uma profunda amizade. Entre os assuntos estão, desde o início do encontro profissional entre esses mestres da música, a realização da peça teatral escrita por Vinícius de Moraes “Orfeu da Conceição”(1954), o  disco “Canção do Amor Demais”(1958),  até uma rápida passagem sobre a consolidação da bossa nova como estilo musical.


A cada sarau acontece uma abordagem diferente, com novos convidados, músicas e poesias. Nesse irá contribuir  a pesquisadora musical e violonista  Celina Muylaert.  Com larga experiência na carreira cultural, Celina foi uma das responsáveis pelo show em homenagem Billy Blanco, um dos compositores precursores da bossa nova, que aconteceu no Supremo Musical.


Ingressos gratuitos ou colaborativos:

Os ingressos são limitados e gratuitos, mas as contribuições voluntárias serão destinadas para oficinas gratuitas de capacitação de professores da rede pública de ensino organizadas pela regente Dani Mattos. Entre elas, a oficina de musicalização “Villa-Lobos para Todos”,  e “Vinícius, o poeta amador” que estimula os educadores a criarem sarau com seus alunos.


Sobre Dani Mattos:

A cantora, regente e pesquisadora paulistana cresceu ouvindo, estudando e atuando com música, principalmente MPB, Jazz e Música Erudita.

Sua vasta lista de projetos atesta sua visão de que "música é integração social".  Entre os projetos que a levam para os palcos estão: Cronistas da Cidade (que deu nome ao seu primeiro EP); A Época de Ouro da MPB no Rádio, uma visão feminina; Le Savoir Vivre Francês e Brasileiro Une Enchantement Mutuel (Noite Francesa); Caymmi, as várias personas de um artista brasileiro; Vinícius, o poeta amador e  Villa-Lobos para Todos. Além de criar o coral Poucas e Boas, do qual é regente há quinze anos.

Cada uma de suas empreitadas envereda por um gênero diferente, com um traço em comum: a vontade de saber. "Gosto muito de pesquisar músicas antigas e inseri-las num contexto histórico para compreender como era a sociedade da época em questão”, diz ela.

Dani Mattos é formada em regência e Educação Artística pela Faculdade de Música Santa Marcelina, estudou na Escola Municipal de Música, no Conservatório Musical Brooklin Paulista e na escola experimental do SESC.


Serviço:

Sarau poético-musical "Vinícius, o poeta amador", com Dani Mattos e o Coral Poucas & Boas

Data:  17 de setembro, quinta-feira 

Horário: das 19h às 20h

Investimento: A contribuição é voluntária.

Livre

40 vagas

Inscrição:  plataforma Google Meet: https://meet.google.com/wfo-xkwy-tuz

Instagram: @danimmattos @7melodica

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/983662655444573



10 visualizações